Don't panic

5 passos para se destacar na entrevista de emprego em inglês

Desconforto causado pelo stress pode ser minimizado seguindo essas dicas  

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Com mais de 550 milhões de falantes, o inglês é idioma buscado em vagas de emprego das áreas mais diversas. E certamente se tornará em breve – quando não se tornou – indispensável para chegar a algumas cadeiras.

Pesquisa de 2015 da Pearson considerou o inglês um “pré-requisito global” e concluiu que um terço das pessoas do mundo inteiro fazem aulas para conseguir vagas mais qualificadas. Outra pesquisa, da Catho, concluiu que o incremento no salário pode chegar a 62% no mesmo cargo quando há fluência.

Cada vez mais, é importante se destacar como bom falante da língua quando se busca um emprego. Para garantir profissionais realmente qualificados nesse quesito, empresas têm realizado fases de entrevista totalmente em inglês – e muitos candidatos, por falta de preparo adequado, podem se sair prejudicado mesmo que saibam a língua.

PUBLICIDADE

Para evitar desconforto, confira a seguir 5 dicas de preparação selecionadas por Laura Scarparo, da Seven Idiomas, para o momento de entrevistas em língua estrangeira.

1.       Faça a lição de casa

Estudar o vocabulário relativo ao cargo e à indústria da qual faz parte a empresa é fundamental para não “dar branco”. Segundo a especialista, “ler a versão em inglês do site da empresa também ajuda a conhecer as palavras e expressões mais usadas e a familiarizar-se com elas”.

2.       Amplie o vocabulário

Buscar notícias e artigos recentes e ler em língua estrangeira fora dos livros didáticos ajuda na fluência. Laura sugere tanto notícias escritas quanto podcasts e vídeos no YouTube – que ajudam no treino de pronúncia.

3.       Seja maleável

Respostas prontas soam forçadas e podem “apagar” candidatos, principalmente caso o entrevistador tenha o inglês como língua-mãe. “Em geral, estrangeiros são mais objetivos que brasileiros e mais formais também. Neste caso, convém ser mais profissional e menos pessoal nas respostas. Vale também estudar um pouco a cultura do país em questão”, diz a especialista.

4.       Simule

Preparar-se é importante para que as respostas sejam mais fluidas. Algumas questões mais pessoais podem ser antecipadas pelo candidato, como “tell us about yourself”. Simule, com alguém ou sozinho, sua resposta, quantas vezes achar necessário.

5.       Seja coerente com seus valores

Questões éticas podem ser levantadas durante a entrevista, e, segundo a especialista, visões “ultrapassadas ou desrespeitosas são sempre desapropriadas”. Treine respostas para questões como: “tell me about a situation in which you insisted on defending your ethical values, although the atmosphere was not appropriate for this kind of behavior”.