Confira quais são

5 negócios promissores da internet para você ganhar dinheiro em 2017

As compras online cresceram 8% do ano passado para cá, mesmo em um ano com a economia instável e com as pessoas, no geral, consumindo menos, de acordo com dados da FecomercioSP

SÃO PAULO – Em meio à crise que o país enfrenta, muitas pessoas que estão desempregadas ou querem complementar a renda estão buscando novas formas de conseguir dinheiro. Uma das possibilidades é empreender no e-commerce.

As compras online cresceram 8% do ano passado para cá, mesmo em um ano com a economia instável e com as pessoas, no geral, consumindo menos, de acordo com dados da FecomercioSP.

“O mercado digital vem crescendo muito no país, e para se consolidar é fundamental que o empreendedor tenha um produto direcionado diferente do que já vendido”, explica Pedro Guasti, presidente do Conselho de Comércio Eletrônico da FecomercioSP,

PUBLICIDADE

Se você pensa em abrir uma loja online, é interessante saber quais são os setores mais promissores para este ano. Especialistas da área elencaram as principais tendências do e-commerce este ano. Confira:

1. Alimentos saudáveis

No geral o espaço no mercado para alimentos mais saudáveis cresceu, segundo Guasti. “É interessante escolher o nicho de alimentos saudáveis, cada vez mais os consumidores estão buscando opções diferenciadas para experimentar e montar um cardápio mais ‘verde’”, explica.  

De acordo com Bruno Oliveira, especialista em e-commerce e criador do site Ecommerce na Prática.com, “ a concorrência nessa área está aumentando, mas uma boa alternativa para loja virtual nessa área é comercializar cardápios personalizados de acordo com as necessidades de cada cliente. Por exemplo, alimentos sem glúten, sem lactose, low carb, pratos vegetarianos”.

2. Autopeças

Segundo Guasti, o setor de autopeças é dos mais promissores para o e-commerce. “Com a crise que afetou a indústria automobilística e o consumo, as pessoas estão preferindo manter seu carro com as devidas manutenções, novos acessórios e novas peças, do que comprando um novo modelo”, explica o presidente da FecomercioSP.

De acordo com estudo da eBit, no primeiro semestre de 2016, o mercado de peças automotivas na internet cresceu 75% em relação ao mesmo período de 2015. “Esse dado indica que vale muito a pena apostar nesse setor.  A alta demanda e o baixo custo inicial estão entre as principais vantagens”, comenta Bruno Oliveira. No entanto, ele alerta que é preciso ter conhecimento técnico sobre os produtos. “Dificilmente a loja virtual conseguirá ser competitiva no mercado caso o responsável não tenha amplo conhecimento sobre automóveis e autopeças”, explica.

3. Casa

O segmento entre os que mais faturam no e-commerce, de acordo com a pesquisa do eBit e deve continuar em alta em 2017, segundo Oliveira. “Esse é um dos mercados com mais potencial de crescimento no Brasil, por isso vale a pena considerar. Se forem originais e criativos, os produtos desse setor costumam vender bem”, explica. Segundo ele, produtos artesanais e exclusivos de decoração podem ser uma boa alternativa. “Mas, como em todos os setores, é preciso ter experiência na produção desses itens, ou investir em equipamentos e funcionários”.

Guasti acrescenta que produtos que sejam úteis no dia a dia da casa chamam mais atenção. “As pessoas buscam praticidade hoje em dia, defina um nicho que vai facilitar a vida dos consumidores”, sugere.

4.    Mercado Pet

É uma área em franca expansão no Brasil, e com muita margem para crescer ainda mais. Segundo dados do IBGE, 62% das residências tem pelo menos um cachorro ou gato, o que equivale a 40,4 milhões de casas.

“Isso representa milhões de consumidores em potencial, e cada vez mais pessoas optam por comprar produtos para seus pets em lojas virtuais, devido à praticidade e ao preço mais em conta. Uma das vantagens do e-commerce é que é possível iniciar sem uma grande variedade de produtos, com estoque reduzido, e ampliar conforme a demanda”, diz.

De acordo com o presidente do setor da FecomercioSP, mais do que produtos especializar seu e-commerce para serviços com os bichinhos de estimação pode ser uma boa. “Você optar por tratamentos, passeios e alimentos para os animais de estimação pode dar muito lucro. Além disso, brinquedos personalizados também são uma opção interessante”, diz Guasti.

PUBLICIDADE

5. Conteúdo

“Nem todo mundo sabe, mas o comércio eletrônico surgiu através da venda de livros pela internet e, até os primeiros anos, essa categoria liderava as vendas com folga. Hoje conta com cerca de 4% do faturamento no e-commerce”, explica Oliveira.

Segundo ele, mesmo assim, ainda é possível encontrar nichos de mercado e empreender com sucesso nesse setor. “Lojas especializadas em livros de direito ou livros de medicina, um clube do livro podem ser boas apostas. A venda de e-books (livros digitais) também deve crescer muito no Brasil nos próximos anos”, avalia.

Além disso, Guasti acrescenta que livros e materiais para concursos públicos e qualificação profissional, pode ser interessante uma vez que tem demanda de conteúdo está aumentando devido à crise que afetou todas as áreas. “As pessoas estão buscando recolocação no mercado de trabalho ou estão procurando aprender mais habilidades para se manter no emprego, por isso pode ser uma boa opção para este ano”, explica Guasti.