Turbine suas chances

5 itens que você deveria colocar no seu currículo

Para acabar com qualquer dúvida, o Universia selecionou cinco itens que, talvez, você não esteja incluindo em seu currículo

SÃO PAULO – Escrever um currículo é uma tarefa bastante complicada. É preciso selecionar bem as informações. Para acabar com qualquer dúvida, o Universia as cinco coisas que, talvez, você não esteja incluindo em seu currículo, mas certamente deveria:

1. Um perfil no topo: os currículos modernos não têm mais uma seção de objetivos no início. Eles foram substituídos por um breve perfil ou apresentação. Essa parte deve destacar os seus pontos fortes e as suas experiências resumidas em pequenas frases específicas. Um perfil bem escrito oferece uma visão geral da sua candidatura e dá ao recrutador uma ideia do que ele vai encontrar ao longo do seu currículo.

2. Conquistas em cada emprego: os currículos comuns listam as tarefas pelas quais você era responsável em cada trabalho pelo qual passou. Contudo, elas não explicam o que você conquistou lá. Destaque as suas conquistas. Sem dúvida, seu currículo chamará a atenção do recrutador.

PUBLICIDADE

3. Trabalho voluntário: frequentemente os candidatos deixam de lado os trabalhos voluntários que realizaram – até mesmo quando são relevantes para a vaga a qual se candidatam. Não comete esse erro. Se você acredita que existe alguma chance de se beneficiar com um trabalho voluntário, inclua-o em seu currículo. Os empregadores querem conhecer as suas experiências relevantes, independentemente de você ter ou não recebido por elas.

4. Projetos paralelos relevantes: assim como o voluntariado, muitas pessoas negligenciam as experiências relevantes que tiveram com hobbies ou projetos paralelos. Não pense que as atividades que você desenvolve por diversão não podem trazer experiências valiosas para a sua carreira. Use a mesma lógica do trabalho voluntário: se pode ajudá-lo (mesmo que minimamente), inclua em seu currículo.

5. Tópicos: muitos candidatos enviam currículos cheios de blocos longos de texto. Isso não vai ajudar. Recrutadores e gerentes de RH fazem uma espécie de “escaneamento” no seu currículo, de maneira que os grandes blocos irão dificultar o trabalho deles de encontrar suas habilidades-chave. Prefira organizar seu currículo em tópicos.

Veja mais matérias de Carreiras no Universia.