Millennials

5 dicas de como incentivar o funcionário da Geração Y

Com reconhecimento e apoio os empregadores terão ótimos resultados com os chamados Millennials

SÃO PAULO – Com o passar dos anos falar mal da geração Y virou recorrente. Sua famigerada fama de geração preguiçosa parece rondar as pessoas que se encaixam na faixa etária. No entanto, Christopher Cabrera, pai de dois jovens da geração Y e empregador de mais de 500 pessoas na sua empresa – muitos com menos de 35 anos – diz que não é justo fazer generalizações sobre os Millennials (como a geração Y é conhecida).

Na verdade, o fundador e CEO da Xactly no Vale do Silício, uma empresa de softwares que oferece ferramentas para gestão de desempenho de vendas e engajamento dos funcionários, diz que sua empresa tem se desenvolvido ao abraçar as características que tornam os Millennials únicos. Aqui está o seu conselho sobre como você incentivar essa geração que tem muito o que oferecer

1. Dê-lhes reconhecimento

PUBLICIDADE

Sim, é verdade que estes profissionais mais jovens cresceram recebendo prêmios, troféus e certificados para cada pequena coisa que executaram. Agora não há como contornar o fato de que os Millennials esperam serem reconhecidos por suas realizações. Em vez de contrariar essa realidade, a Xactly mudou a estrutura da sua organização de vendas para permitir que os empregados fossem promovidos ou ganhassem mais dinheiro a cada seis meses, dependendo de seu desempenho. “Isso funcionou tremendamente”, diz Cabrera.

2. Não se preocupe com o excesso de celular no trabalho

Os Millennials tiveram dispositivos em suas mãos desde que eram pequenos, e há um lado positivo para esta realidade. Eles são muito bons com a tecnologia, são chefes na mídia social e capaz de prestar atenção a várias coisas ao mesmo tempo. Explorar esse fato e abre portas para se tornarem embaixadores da marca, assumindo que eles gostam e respeitam a sua empresa o suficiente para dizer coisas boas em quaisquer plataformas que frequentam.

3. Deixe a geração Y trabalhar de casa

O fato de que os Millennials têm, constantemente, um telefone na mão significa que eles estão de plantão após horas e nos fins de semana para responder a chamadas, e-mails e textos. “Se as empresas não estão a aderir às novas formas de trabalho, incluindo o trabalho de casa e ter tempo flexível, em seguida, os Millennials vão ser infelizes e não vão ficar por aqui “, diz o CEO. ” Você vai perder esses jovens muito brilhantes”, completa. 

4. Dê a geração Y a oportunidade de fazer o bem

PUBLICIDADE

Os Millennials querem fazer um trabalho que importe e que faça a diferença no mundo. Explorar este desejo, oferecendo oportunidades de voluntariado pela empresa, é uma boa ideia por exemplo. A fundação de Xactly faz isso, incentivando os funcionários a trabalhar em projetos sociais ou participar em corridas que levantam dinheiro para boas causas. “Eles são muito moldáveis e acho que com o modelo correto essas pessoas serão grandes líderes que abraçam mais do que apenas trabalho da empresa em si”, diz o CEO.

5. Valorize a geração Y por serem diferentes de forma positiva

Cabrera diz que não se pode negar que os Millennials são colaborativos e criativos, devido em grande parte por crescerem envolvidos com a mídia social. Ele gostaria de ver mais pessoas comemorando seus pontos fortes. É importante apoiar as ideias diferentes e produtivas desses profissionais mais jovens.