Ciência

4 dos experimentos que ajudaram Albert Einsten a ter suas melhores ideias

Uma das grandes mentes do século XX realizava exercícios mentais com frequência

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Albert Einsten foi uma das grandes mentes pensantes do século XX e é uma unanimidade no universo científico.

No processo de descoberta de seus conceitos físicos, Einstein frequentemente realizava o exercício de contextualizar ideias complexas imaginando cenários da vida real: os “experimentos mentais”.

O site Business Insider separou alguns desses experimentos que levaram a grandes descobertas:

PUBLICIDADE

1. Imagine que você está caçando um feixe de luz

Com este pensamento, que chegou à mente de Einstein quando ele tinha 16 anos, fez com que ele percebesse que a luz não poderia se mover em nenhuma velocidade menor que a da luz e que, portanto, o que deveria mudar para que a luz pudesse ser “segurada” é o tempo. A partir disso ele iniciou a ideia da sua teoria especial da relatividade.

2. Imagine que está sentado em um trem

O exercício é se imaginar dentro de um trem enquanto outra pessoa observa você do lado de fora. Pensando neste cenário, Einstein percebeu que o tempo se move de maneira diferente para uma pessoa parada e outra em movimento – disso veio o conceito do físico de que o tempo e o espaço são relativos e a simultaneidade não existe.

3. Imagine que você tem um gêmeo em um foguete

Se no momento em que seu gêmeo idêntico nascer ele for colocado em um foguete em direção ao espaço, o envelhecimento de vocês será diferente, já que o tempo se move mais vagarosamente à medida que alguém se aproxima da velocidade da luz.

PUBLICIDADE

4. Imagine que está em um elevador

Pense que está dentro de uma caixa que de repente começa a se mover sem conseguir ver o lado de fora.

Esta imagem fez Einstein concluir que não há diferença entre a gravidade e a aceleração, já que a pessoa dentro da caixa não saberia dizer se esse elevador está apenas caindo ou sendo empurrado.