Satisfação à vista

3 conselhos para alcançar a felicidade no trabalho

O psicólogo croata Mihaly Csikszentmihalyi, disse que é possível manter uma postura ética e ainda assim ser próspero no trabalho

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Após entrevistar mais de 30 líderes e diretores executivos, o psicólogo croata Mihaly Csikszentmihalyi, autor de bestsellers internacionais como o livro Flow, constatou ser possível manter uma postura ética e ainda assim ser próspero. Em seu novo livro Good Business, ainda sem edição em português, ele explica alguns conceitos para ser mais feliz no trabalho.

Veja três conselhos de Mihaly Csikszentmihalyi para ser mais feliz no trabalho:

1. Busque variedade e respeito: “As duas principais coisas que as pessoas desejam em seus empregos é a variedade e o respeito. Você não pode fazer muita coisa para acrescentar mais variedade, mas pode fazer muito para ser respeitoso com as outras pessoas”, diz o autor. Mihaly explica que quando os profissionais se preocupam com a postura e o que fazem por colegas e clientes podem mudar a satisfação no emprego imediatamente. “Você será mais feliz, e provavelmente irá se desenvolver com maior rapidez”, acrescenta.

PUBLICIDADE

2. Atenção para o foco: Se você está em um emprego que consiste em trabalhos repetitivos e monótonos, pode ser difícil encontrar variedade e até mesmo motivos para se sentir motivado. “Há pessoas em empregos que são tudo, menos uma produção de fluxo. A resposta é se focar no que você está fazendo. Concentre-se e procure enxergar todas as pequenas coisas envolvidas na tarefa. Mesmo que ninguém note ou elogie seu esforço, você saberá que realizou um bom trabalho. Nós temos muitas oportunidades para fazer algo que nos orgulhe”, aconselha.

3. Um ambiente ruim: Outro possível obstáculo para a satisfação no emprego é uma atmosfera de trabalho que não valoriza a moral ou valores. Para o psicólogo, o profissional deve escolher se deseja se submeter a isso ou não. “Se o contraste entre o que você considera certo e o que está acontecendo é muito grande, a melhor coisa a fazer é procurar outro emprego. Uma atitude menos drástica é falar com seu chefe ou supervisor sobre o que você acha ser injusto.”

Veja mais matérias de Carreiras no Universia.