2009: veja como foi o ano para os executivos

Estima-se que, no ano passado, 7.790 executivos de Gerência e Direção foram contratados, número 41% menor do que o registrado em 2008

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O ano que passou não pode ser considerado dos melhores para os executivos. Segundo a Pesquisa Impex, realizada pela Laerte Cordeiro Consultores em Recursos Humanos, 2009 foi um período de dificuldade para os desempregados e mal-posicionados.

Ainda de acordo com a pesquisa, estima-se que, no ano passado, 7.790 executivos de Gerência e Direção foram contratados. Esse número representa 59% da oferta de empregos para executivos do ano de 2008, o que significa que houve queda de 41% de um ano para o outro.

Meses
Segundo a pesquisa, o primeiro semestre do ano passado foi mais fraco que o segundo, já que a crise afetou mais as empresas no começo do ano.

Aprenda a investir na bolsa

A média mensal de 2009 ficou em 649 ofertas de emprego, contra 1.100 do ano anterior. Os meses de março, agosto e setembro foram os que mais apresentaram vagas para executivos, enquanto fevereiro, abril e dezembro foram os que menos tiveram ofertas.

Ofertas
De acordo com a pesquisa, a Indústria foi a maior recrutadora de executivos, com 61% das ofertas de emprego, seguida pelo setor de Serviços (34%), Comércio (4%) e os Bancos (1%).

Os segmentos empresariais que mais ofereceram vagas foram os de Engenharia, Comércio, Produtos de Consumo de Massa, Químico, de Autopeças, Metalúrgico e Farmacêutivo.

No ano passado, o maior número de ofertas de emprego foi destinado aos executivos das Áreas Gerais de Marketing e Vendas (39%), Produção/Técnica (23%), Serviços Internos (18%), Finanças e Controle ( 16%) e Gerência Geral (4%).