Final de ano

155 mil devem ser contratados para as vagas de Natal

Dados da pesquisa encomendada pela Asserttem e do Sindeprestem apontam que 15% deste total deve ser efetivado

SÃO PAULO – Com a proximidade das festas natalidades, começam a surgir as oportunidades para vagas temporárias. Neste ano devem ser abertas 155 mil vagas temporárias em todo o País, número 55% acima do verificado no ano passado, quando foram contratatados 147 mil.

Os dados são da pesquisa encomendada pela Asserttem (Associação Brasileira das Empresas de Serviços Terceirizáveis e de Trabalho Temporário) e do Sindeprestem (Sindicato das Empresas Prestadoras de Serviços Terceirizáveis e de Trabalho Temporário do Estado de São Paulo).

Segundo o estudo, historicamente, as contratações se dividiam em 70% para o comércio e 30% para a indústria, porém para este ano deve recrutar 25% de mão de obra. Com isso, o comércio, que conta com o 13º salário e a redução dos juros bancários, deve absorver 75% do total dos temporários de final de ano.

PUBLICIDADE

Efetivados
De acordo com o levantamento, dos 155 mil contratados de trabalho temporário previsto em todo o Brasil, 15% têm chance de efetivação. Portanto, 23 mil brasileiros poderá terminar o ano empregado temporariamente e começar 2013 com emprego efetivo, esse número é 4,5% superior ao registrado em 2011. 

O presidente do Asserttem, Jismália de Oliveira Alves, destaca que para ser efetivado é preciso demonstrar dedicação e interesse em ajudar e aprender. “Agilidade também conta. No período que antecede o Natal, a rotina é agitada e o funcionário tem que ter jogo de cintura”, diz.

Oportunidade para o 1º emprego
A expectativa do Asserttem e do Sindeprestem é que 20% das vagas sejam preenchidas por jovens em situação de primeiro emprego. Para eles, o trabalho temporário é uma excelente oportunidade de acesso ao mercado de trabalho formal.

“O trabalho temporário tem uma importante função social, pois permite que jovens sem experiência vivenciem a rotina de trabalho e adquiram conhecimento”, comenta o presidente do Sindeprestem, Vander Morales.

Perfil
Segundo o levantamento do Asserttem e do Sindeprestem, os principais contratantes são o comércio de rua, shoppings e supermercados. A remuneração média é de R$ 872, sendo que 53% dos contratados são homens e 47% são mulheres. A escolaridade mínima exigida é o primeiro grau completo.

Na indústria, os principais contratantes são as indústrias de bens de consumo, como alimentos, bebidas, brinquedos, eletrônicos, vestuário e papel. O salário médio é de R$ 1.155, sendo que 68% dos contratados são homens e 32% mulheres. A escolaridade média exigida é o segundo grau completo.

PUBLICIDADE

Regiões
São Paulo é a região que mais deve contratar para vagas temporárias. Serão aproximadamente 46 mil postos aberto, que representa 29,87% do total das vagas distribuídas no Brasil.

Ainda no Sudeste, o estado de Minas Gerais está em segundo lugar com quase 17 mil vagas, respondendo por 10,94% do total nacional e o Rio de Janeiro, com cerca de 14 mil vagas abertas, 9,18% da soma do Brasil.

Na região Sul, o estado do Paraná tem aberta mais de 10 mil vagas, 6,79% do total no País. No Nordeste, a Bahia é o estado que abrirá mais vagas, serão mais de seis mil, representando 3,92% dos postos do Brasil.