AO VIVO Especialista responde como a flexibilização trabalhista na pandemia afeta a sua vida; assista e mande suas perguntas

Especialista responde como a flexibilização trabalhista na pandemia afeta a sua vida; assista e mande suas perguntas

Governo

15 mil estrangeiros vieram trabalhar no Brasil no primeiro trimestre, diz MTE

maioria dos estrangeiros que vieram trabalhar no País é do homem

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – O MTE (Ministério do Trabalho e Emprego) informou, nesta terça-feira (14), que concedeu 15.064 autorizações de trabalho a estrangeiro nos primeiros três meses deste ano. Desse total, 698 autorizações foram permanentes e 4.366 temporárias.

A maioria dos estrangeiros que vieram trabalhar no País é do homem. Eles somaram 13.659, contra 1.405 mulheres.

Das autorizações, foram concedidos 5.994 vistos com prazo de até 90 dias, 3.195 com prazo de até um ano, 1.182 com prazo de até dois anos com contrato de trabalho no Brasil e 3.995 com prazo de até dois anos sem contrato de trabalho no Brasil.

PUBLICIDADE

País de origem
Ao analisar o país de origem dos profissionais, o governo afirma que os portugueses e espanhóis foram os que mais receberam visto de trabalho, com prazo de até dois anos e contrato de Trabalho no Brasil, nos três primeiros meses deste ano: 197 e 118, respectivamente.

Em relação às autorizações permanentes, das 698 concedidas entre janeiro e março deste ano, 297 foram para investidor pessoa física, 378 para administradores, diretores, gerentes e executivos com poderes de gestão e similares e 23 para outros.

Para trabalho a bordo de embarcação ou plataforma estrangeira foram concedidos 3.859 vistos neste primeiro trimestre. Para estrangeiro na condição de artista ou desportista, sem vínculo empregatício, foram concedidos 2.683 vistos e para assistência técnica por prazo de até 90 dias, sem vínculo empregatício, foram concedidos 3.311.

Já para assistência técnica, cooperação técnica e transferência de tecnologia, sem vínculo empregatício, foram concedidos 1.565 vistos. Para especialista com vínculo empregatício, 1.120 vistos, marítimo estrangeiro empregado a bordo de embarcação de turismo operando em águas brasileiras, 1.613 e 215 para outros.

Nos três primeiros meses do ano, 1020 estrangeiros tiveram a estada no País prorrogada enquanto 267 tiveram os vistos de temporários transformados em permanentes.