Emprego

12 profissões bizarras que você não sabia que existiam

Profissionais de "conchinha", por exemplo, cobram US$ 80 por hora para dormir abraçados com quem os contrata

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Existem profissionais dispostos a fazer qualquer atividade, mediante algum pagamento. E não são pessoas que fazem isso como um segundo emprego ou para ganhar um dinheiro extra – eles levam a sério.

Algumas profissões que nunca imaginaríamos, como “escritor da sorte dos biscoitos da sorte”, existem em muitos países. Damas de honra profissionais, ordenadores de cobra, etc.

Pensando nisso, o Business Insider selecionou quais são as profissões mais bizarras que existem em todo o mundo. Confira:

PUBLICIDADE

1. Ordenhador de cobras
Eles são responsáveis por extrair veneno das cobras mais perigosas do mundo, como a cascavel e cobra-naja. Normalmente, o veneno extraído é usado para criar antídotos para o próprio veneno para hospitais ou para uso laboratorial – e pode ser vendido a mil dólares por grama.

2. Madrinhas de casamento profissionais
Diversos sites norte-americanos possuem damas de honra e madrinhas de casamento para “aluguel”. Elas ajudam a noiva nos preparativos da cerimônia, da festa, etc. O site Bridesmaid for Hire, por exemplo, oferece assistente pessoal de diversos serviços para noivas e festas de casamento e cobram entre US$ 300 e US$ 2.000 por festa.

3. Movedor de icebergs
Após o desastre ocorrido com o Titanic, em 1912, mover icebergs se torno uma profissão. Embora o Brasil não faça parte, um ano depois foi fundada a International Ice Patrol, que rastreia a localização de icebergs e oferece rotas seguras ao redor deles.

4. Profissionais de luto
Os “pranteadores profissionais” vão a velórios e enterros para lamentar e afligir-se sobre o falecimento. A empresa inglesa Rent a Mourner é especializada na indústria e oferece profissionais.

5. Instrutor de surf para cachorros
Encontrados em alguns resorts próximos ao mar, as pessoas são pagas para ensinarem a cães e seus donos a surfar. Algumas regiões, inclusive, oferecem aulas exclusivas para cachorros.

6. Apalpadores de face
Também conhecidos como “cientistas sensoriais”, esses profissionais são treinados para usar suas mãos e julgar a eficiência de produtos como loções, produtos de limpeza facial e lâminas de barbear.

PUBLICIDADE

7. Profissionais de “conchinha”
Eles cobram até US$ 80 por hora para deitar de conchinha com estranhos. Segundo a profissional norte-americana Samantha Hess, o lado negativo dessa profissão é o fardo emocional que a acompanha.

8. Artistas de cinzas
Após a cremação de um falecido, algumas pessoas contratam os artistas para criar alguma arte ou lembrança com as cinzas da pessoa.

9. Provadores de comida para cachorro
Contratados por empresas de alimentos de animais, eles testam a qualidade dos produtos, além de avaliarem o valor nutricional e, normalmente, cuspir a comida uma vez que a provaram.

10. Determinadores de frango
Mais comuns no Reino Unido e no Japão, essas pessoas devem determinar o sexo de pintinhos, geralmente pela intuição. Geralmente são contratados por viveiros profissionais e ganham cerca de US$ 60 mil por ano.

11. Profissionais de fila
Eles fazem o que a maioria das pessoas não tem paciência: esperar em filas. No Brasil, algumas pessoas já fazem isso para fila de shows lotados, mas, nos Estados Unidos, eles são contratados para lançamentos de produtos, como o iPhone, e o Black Friday.

12. Escritores de biscoito da sorte
As fabricantes do “biscoito da sorte” normalmente contratam freelancers ou até mesmo escritores para elaborar as frases e fortunas inspiradoras. O site EHow.com estima que esses profissionais ganham em torno de US$ 40 mil por ano.