Conteúdo editorial apoiado por

São Martinho encerra moagem de cana da safra 2023/24 com volume recorde

Foram 23,1 milhões de toneladas; produção de açúcar alcançou 1,5 milhão de toneladas

Fernando Lopes

Publicidade

A São Martinho, uma das maiores companhias sucroenergéticas do país, encerrou a moagem de cana nesta safra 2023/24 com um volume recorde de 23,1 milhões de toneladas, acima das 22,6 milhões de toneladas registradas no ciclo 2019/20, a maior marca registrada até então.

Segundo a empresa, 49% da matéria-prima processada foi destinada à produção de açúcar, cuja produção alcançou 1,5 milhão de toneladas, 6,4% mais que o guidance divulgado no dia 19 de junho. A produção de etanol também superou o guidance, em 0,3%, e atingiu 948 mil metros cúbicos.

“As condições climatológicas normalizadas entre outubro de 2022 e setembro de 2023; os investimentos realizados, principalmente em tratos culturais, ocorridos nas safras anteriores; e o manejo agrícola diferenciado, combinado ao uso de variedades genéticas com melhor produtividade, contribuíram para esse resultado”, disse Felipe Vicchiato, diretor financeiro e de relações com investidores da São Martinho, em nota.

A companhia informou que, embora já tenha encerrado a moagem de cana da safra 2023/24, suas unidades produtoras de etanol de milho e de cogeração de energia permanecem em operação. “Oficialmente”, a atual temporada sucroalcooleira terminará em março na região Centro-Sul do país.

Newsletter

IM Business Agro

Inscreva-se na newsletter e receba análises exclusivas sobre tudo que movimenta o universo do agronegócio, além de uma curadoria com o que de melhor aconteceu ao longo da semana

Preencha o campo corretamente!
E-mail inválido!
Preencha o campo corretamente!
Preencha o campo corretamente!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.