Conteúdo editorial apoiado por

Paramount fecha acordo com Skydance, encerrando a era Redstone

Carregada com mais de US$ 14 bilhões em dívidas, a icônica empresa de Hollywood tem lutado para competir no streaming

Bloomberg

Logo da Paramount (Foto: Bloomberg)
Logo da Paramount (Foto: Bloomberg)

Publicidade

A Paramount Global (PGRE) concordou em se fundir com a Skydance Media em um acordo que entrega o controle do famoso estúdio de Hollywood ao produtor David Ellison, encerrando uma das aquisições mais dramáticas da indústria.

Como parte do acordo complicado que levou meses para ser fechado, a presidente da Paramount, Shari Redstone, concordou em vender a National Amusements, de sua família, que controla cerca de 77% das ações com direito a voto da Paramount, por US$ 2,4 bilhões, de acordo com um comunicado divulgado pela empresa no domingo.

O acordo marca uma reviravolta abrupta após as negociações entre Redstone e Ellison, filho do cofundador da Oracle, Larry Ellison, terem fracassado no mês passado. A decisão de Redstone de encerrar as discussões na época chocou o conselho e frustrou funcionários e investidores, fazendo as ações despencarem. 

Continua depois da publicidade

A família Ellison e a RedBird Capital Partners concordaram em investir mais de US$ 8 bilhões no negócio. Isso inclui US$ 1,5 bilhão para ajudar a pagar a dívida da Paramount e US$ 4,5 bilhões para comprar ações da Paramount.

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de crescimento para os próximos meses e anos

As ações da Paramount subiram até 7,2% no pregão de pré-mercado na segunda-feira (08), antes da abertura das bolsas de Nova York. As ações fecharam 3,1% mais altas, a US$ 11,81 na sexta-feira. 

Continua depois da publicidade

Novos proprietários e capital adicional podem fornecer um novo começo para a sitiada Paramount, controladora da CBS e da MTV. Carregada com mais de US$ 14 bilhões em dívidas, a icônica empresa de Hollywood tem lutado para competir em streaming e tem sofrido com o cancelamento de assinaturas pelo público da TV a cabo e o abandono de canais tradicionais como CBS e Nickelodeon. A empresa teve um prejuízo líquido de US$ 554 milhões, ou 87 centavos por ação, no primeiro trimestre.

“Dadas as mudanças na indústria, queremos fortalecer a Paramount para o futuro, ao mesmo tempo em que garantimos que o conteúdo continue sendo rei”, disse Redstone na declaração. “Como parceira de produção de longa data da Paramount, a Skydance conhece bem a Paramount e tem uma visão estratégica clara e os recursos para levá-la ao próximo estágio de crescimento. Acreditamos na Paramount e sempre acreditaremos.”

Ellison, 41, será presidente do conselho administrativo e CEO, e Jeff Shell, ex-executivo da NBCUniversal, será presidente. Ellison, que foi criado em torno de luminares do Vale do Silício como Steve Jobs, acredita que a empresa poderia prosperar se investisse mais em tecnologia. 

Continua depois da publicidade

Após o fechamento do acordo, o grupo liderado por Ellison deterá cerca de 70% das ações em circulação da Paramount. Os vendedores têm 45 dias para buscar melhores ofertas. A Skydance e a Paramount devem realizar uma chamada com investidores às 8h30, horário padrão do leste.