Conteúdo editorial apoiado por

Na proposta de fusão com a PetroReconcavo, a palavra está com a 3R Petroleum

Provocação da Maha Energy foi bem recebida, mas caberá à 3R dar tração para as negociações

Rikardy Tooge

Publicidade

Catalisadora de um eventual M&A de grandes proporções no setor de óleo e gás, a Maha Energy já fez sua parte em instigar uma possível fusão de ativos onshore entre 3R Petroleum e PetroReconcavo, segundo avaliação de pessoas próximas ao negócio ouvidas pelo IM Business. Para elas, a palavra agora está com a 3R, que é quem poderá, de fato, apresentar uma proposta.

“A Maha entregou sua hipótese, mas não cabe a ela iniciar uma negociação – mesmo sendo uma acionista relevante da 3R –, agora é a 3R que vai decidir se procura a PetroReconcavo”, explica uma fonte a par do dia a dia da empresa baiana. “É um negócio que faz sentido por toda a explicação que já se sabe, mas será uma questão de números.”

A análise inicial é que uma eventual assunção de US$ 1,4 bilhão em dívidas dos ativos onshore da 3R não causa sustos à PetroReconcavo, que possui uma alavancagem de apenas 0,56 vez a dívida líquida pelo Ebitda. Já outros termos, como a relação de troca por ações da PetroReconcavo, sob a premissa de ganhos de US$ 1,1 bilhão de sinergias, ainda precisariam ser melhor debatidas.

A fonte lembra ainda que a PetroReconcavo sempre mostrou disposição para ser consolidadora. Conforme o IM Business mostrou no ano passado, a empresa possui balanço e apetite para comprar campos vizinhos aos seus, como foi o caso de ativos da própria Maha Energy e como são os atuais da 3R. “A companhia está preparada e com saúde financeira para liderar essa consolidação”, reforça.

Na sua única manifestação sobre o negócio, a 3R Petroleum afirmou, em comunicado ao mercado, que recebeu a sugestão da Maha Energy e que irá avaliar o negócio. Também em comunicação ao mercado, a PetroReconcavo afirma que não recebeu nenhuma proposta e que não está negociação neste momento.

IM Business

Newsletter

Quer ficar por dentro das principais notícias que movimentam o mundo dos negócios? Inscreva-se e receba os alertas do novo InfoMoney Business por e-mail.

Preencha o campo corretamente!
E-mail inválido!
Preencha o campo corretamente!
Preencha o campo corretamente!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Rikardy Tooge

Repórter de Negócios do InfoMoney, já passou por g1, Valor Econômico e Exame. Jornalista com pós-graduação em Ciência Política (FESPSP) e extensão em Economia (FAAP). Para sugestões e dicas: rikardy.tooge@infomoney.com.br