Conteúdo editorial apoiado por

Microsoft revela novos softwares de IA enquanto luta contra Apple e Google

A empresa tem como objetivo demonstrar que a IA generativa revolucionará a computação para consumidores comuns, não apenas corporativos

Bloomberg

Os logotipos da OpenAI e da Microsoft em um smartphone e laptop (David Paul Morris/Bloomberg)

Publicidade

A Microsoft (MSFT) apresentou novos softwares e computadores com recursos de inteligência artificial (IA), intensificando seus esforços para superar o Google, da Alphabet (GOOGL), e a Apple (AAPL), no início da era da IA.

Uma nova categoria de PCs focados em IA será chamada de Copilot+PC, disse o CEO Satya Nadella em um evento na segunda-feira (20) no campus da Microsoft, em Redmond, Washington.

Diversifique investindo no Brasil e no exterior usando o mesmo App com o Investimento Global XP

Continua depois da publicidade

As máquinas da linha Surface da Microsoft e parceiros de fabricação oferecerão mais energia e serão 58% mais rápidas do que o MacBook Air M3 topo de linha da Apple, disse a empresa, graças em parte a um chip especial dedicado ao processamento de IA. As novas máquinas custarão a partir de US$ 1.000.

A Microsoft também disse que o GPT-4o da OpenAI, uma versão atualizada de seu GPT-4 que é melhor em lidar com texto, áudio e imagens em tempo real, chegará em breve ao assistente de IA Copilot da empresa. A Microsoft demonstrou um recurso chamado Recall que foi projetado para ajudar os usuários a encontrar uma guia, arquivo, e-mail ou bate-papo do navegador, com base em prompts de linguagem conversacional. Será como “memória fotográfica”, disse Yusuf Mehdi, diretor de marketing de consumo da Microsoft.

A empresa tem como objetivo demonstrar que a IA generativa revolucionará a computação para consumidores comuns, não apenas para seus clientes corporativos de nuvem. Embora tenha incorporado IA em seu mecanismo de busca Bing no início, Nadella expressou frustração por a Microsoft não ter lançado produtos de consumo atraentes mais rapidamente, informou a Bloomberg anteriormente. Para ajudar a corrigir a situação, em março ele contratou o cofundador da DeepMind, Mustafa Suleyman, para supervisionar os esforços de IA do consumidor.

Continua depois da publicidade

“A busca sempre foi sobre como construir computadores que nos entendam, em vez de termos que entender computadores e sinto que realmente estamos perto desse verdadeiro avanço”, disse Nadella.

Um recurso de legendas ao vivo no Windows pode traduzir qualquer conteúdo de vídeo para o inglês de 40 idiomas em tempo real. Por fazer parte do sistema operacional, o recurso funciona em qualquer aplicativo de conferência ou entretenimento. A empresa também está adicionando um novo programa de cocriação de IA que usa modelos de aprendizado de máquina para transformar esboços básicos em imagens mais complexas.

O recurso Recall depende de vários modelos de linguagem incorporados ao Windows e permite que os usuários definam determinado conteúdo como privado para que não possa ser arquivado pelo software de IA. De forma mais ampla, os recursos usam uma nova camada de software chamada Tempo de Execução do Windows Copilot, composta por mais de 40 modelos de IA que podem lidar com uma variedade de tarefas de texto, visual, áudio e análise.

Continua depois da publicidade

A Microsoft anunciou o suporte para uma nova iniciativa de PC da Intel Corp. e Advanced Micro Devices Inc., mas os computadores que estreiam na segunda-feira todos rodam chips da Qualcomm, disse a fabricante de software. Sua inclusão fornece um impulso para a Qualcomm, que está apostando que sua tecnologia de telefonia móvel é mais adequada para a próxima geração de máquinas com infusão de IA que consomem mais energia.

© 2024 Bloomberg L.P.