Conteúdo editorial apoiado por

Magnata do setor imobiliário prepara oferta para comprar TikTok nos EUA

Os ativos do TikTok nos EUA foram avaliados entre US$ 35 bilhões e US$ 40 bilhões

Bloomberg

Ilustração com bandeira dos EUA e logotipo do TikTok (REUTERS/Dado Ruvic)

Publicidade

Frank McCourt, magnata do setor imobiliário, disse que planeja construir um consórcio para licitar os negócios do aplicativo de mídia social TikTok nos EUA.

McCourt, ex-dono do time de beisebol Los Angeles Dodgers e presidente executivo da empresa de investimentos McCourt Global, é um candidato improvável para a ByteDance, dona do aplicativo. Os ativos do TikTok nos EUA foram avaliados entre US$ 35 bilhões e US$ 40 bilhões por analistas da Bloomberg Intelligence.

A decisão do presidente Joe Biden de forçar a controladora chinesa a vender o aplicativo dos EUA ou enfrentar uma proibição, por meio de uma lei assinada este ano como parte de uma postura mais dura em relação à China, inspirou um elenco diversificado de personagens a falar sobre possíveis propostas. O ex-secretário do Tesouro dos EUA Steve Mnuchin disse estar “muito interessado” no aplicativo, e Eric Schmidt, ex-CEO do Google, disse que também considerou uma oferta no passado.

Continua depois da publicidade

A ByteDance, que está contestando a lei americana na Justiça, disse que não tem intenção de vender o ativo.

McCourt, que vendeu os Dodgers por cerca de US$ 2 bilhões em 2012, mais recentemente tem tentado reconstruir as mídias sociais por meio de uma iniciativa chamada Project Liberty. O grupo, anunciado publicamente em 2021, pretende enfrentar a Meta Platforms e outras gigantes da internet. McCourt doou US$ 500 milhões para o esforço até o momento, disse o grupo este ano.

“Vemos essa potencial aquisição como uma oportunidade incrível para catalisar uma alternativa ao atual modelo de tecnologia que colonizou a internet”, disse McCourt em comunicado na quarta-feira (15). O objetivo seria migrar o TikTok para um protocolo de código aberto e dar aos usuários dos EUA mais controle sobre suas informações.

Continua depois da publicidade

Não está claro se o projeto garantiu qualquer financiamento. Descrevendo o esforço para comprar o TikTok como “a oferta do povo”, McCourt está trabalhando com o banco de investimentos Guggenheim Securities, o escritório de advocacia Kirkland & Ellis e vários acadêmicos e tecnólogos, de acordo com o comunicado. A candidatura também é apoiada por Tim Berners-Lee, que criou a World Wide Web.

O TikTok não respondeu imediatamente a um pedido de comentário.

© 2024 Bloomberg L.P.