Conteúdo editorial apoiado por

Embraer vai fornecer cargueiro C-390 Millenium para a Coreia do Sul

Valor do contrato não foi informado, mas já será incluído na carteira de pedidos do quarto trimestre de 2023

Equipe InfoMoney

Avião de transporte militar da Embraer (Divulgação)

Publicidade

A Embraer se prepara para ingressar em mais um mercado com sua aeronave C-390 Millenium. Na manhã desta segunda-feira (4), a companhia informou ter vencido licitação da Força Aérea da Coreia do Sul para fornecer um número não revelado de aviões militares. O acordo também inclui a prestação de serviços e suporte, incluindo treinamento, equipamentos de apoio em solo e peças de reposição. O valor do contrato também não foi informado, mas, de acordo com a Embraer, já será incluído na carteira de pedidos do quarto trimestre de 2023.

““Damos as boas-vindas à Força Aérea da República da Coreia por se juntar ao crescente número de forças aéreas que operam o C-390 Millennium – a mais moderna aeronave de transporte tático militar”, afirma Bosco da Costa Jr, Presidente e CEO da Embraer Defesa & Segurança, no texto do fato relevante arquivado junto à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

“Esta é uma nova era nas relações Brasil-Coreia do Sul. Estamos comprometidos em aumentar as capacidades das indústrias aeroespacial e de defesa locais em conjunto com nossos parceiros coreanos”.

Leia mais: C-390 dá impulso à internacionalização da área de defesa da Embraer

A Coreia do Sul vai ser primeiro cliente do C-390 Millennium na Ásia e é o sétimo país a selecionar a aeronave, depois de Brasil, Portugal, Hungria, Holanda, Áustria e República Tcheca. A aeronave entrou em operação no ano de 2019, na Força Aérea Brasileira e, mais recentemente, passou a operar também na Força Aérea Portuguesa, de acordo com a Embraer. Segundo a companhia, a atual frota de aeronaves em operação acumula mais de 10.800 horas de voo.

O C-390 é considerado a “joia da coroa” na área de defesa da Embraer. Nas licitações, o cargueiro tem desbancando o C-130J, da Lockheed Martin, seu principal concorrente e aeronave militar mais utilizada do mundo hoje em dia.

Ainda na Ásia, a Embraer trabalha em uma proposta customizada para a Força Aérea da Índia, que está sondando opções no mercado para abrir uma concorrência.

“O C-390 pode transportar mais carga útil [26 toneladas] em comparação com outras aeronaves
de transporte militar de médio porte e voa mais rápido [470 nós] e mais longe, sendo capaz de
realizar uma ampla gama de missões”, explica a fabricante da aeronave.

IM Business

Newsletter

Quer ficar por dentro das principais notícias que movimentam o mundo dos negócios? Inscreva-se e receba os alertas do novo InfoMoney Business por e-mail.

Preencha o campo corretamente!
E-mail inválido!
Preencha o campo corretamente!
Preencha o campo corretamente!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.