Em bradesco

Bradesco propõe pagar R$ 4,6 bilhões em juros sobre capital próprio

A aprovação será definida em reunião do conselho de administração no dia 21 de dezembro

agência do Bradesco
(Divulgação)

SÃO PAULO - O Bradesco (BBDC3; BBDC4) informou na noite desta sexta-feira (7) que sua diretoria propôs ao Conselho de Administração do banco o pagamento de juros sobre o capital próprio complementares no valor total de R$ 4,665 bilhões.

O valor representa R$ 0,663820730 por ação ordinária e R$0,730202804 por ação preferencial do banco. Esses preços correspondem a um dividend yield de 1,93%. A aprovação será definida em reunião do conselho no dia 21 de dezembro. 

Se aprovada a proposta, serão beneficiados os acionistas que tiverem ações no dia 21 de dezembro, com as ações passando a ser negociadas "ex-juros sobre capital próprio" a partir de 26 de dezembro.

O pagamento está proposto para o dia 8 de março de 2019 no valor líquido de R$ 0,564247621 por ação ordinária e R$ 0,620672383 por ação preferencial, já deduzido o imposto de renda na fonte de 15% (quinze por cento), exceto para os acionistas pessoas jurídicas que estejam dispensados da referida tributação, que receberão pelo valor declarado.

Seja sócio das melhores empresas do país e lucre com os dividendos: abra uma conta na Clear com taxa ZERO para corretagem de ações!

Como aproveitar a oportunidade
Apesar de ainda não estar aprovado, para aproveitar esta possível oportunidade o investidor terá de tomar a decisão antes da reunião do conselho do Bradesco, já que ela ocorre no mesmo dia estabelecido para que os acionistas tenham direito a receber o provento.

Desta forma, se você já investe em ações e quer aproveitar esse dividendos, deve comprar o papel e segurar até dia 26, mas se está em busca de um bom dividendo neste final de ano e ainda não tem conta em uma corretora, essa pode ser sua porta de entrada no mercado financeiro.

O primeiro passo para investir é abrir uma conta em uma corretora de valores credenciada pela CVM (Comissão de Valores Mobiliários). Lembre-se que é importante escolher aquela com custos operacionais mais baixos e que lhe oferecerá maior rentabilidade.

As corretoras de investimentos dos grandes bancos, por exemplo, cobram taxa de corretagem além das taxas padrão de liquidação, emolumentos e impostos (ISS/PIS/Cofins); ela chega a ser de R$ 20 por ordem e pode variar de acordo com o valor da ordem.

Por isso, optar por uma corretora cuja taxa de corretagem é baixa ou chega a zero, como é o caso da Clear, pode ser uma boa estratégia para maximizar seus lucros.

Uma vez com a conta aberta, basta transferir o dinheiro a ser investido de sua conta corrente para a conta da corretora. 

Neste caso, para investir nas ações do Bradesco, é preciso abrir o home broker da corretora e enviar uma ordem de compra de ações da empresa, informando a quantidade de ações a ser comprada, sendo que para garantir o dividendo é preciso segurar o papel até dia 26, justamente a "data-ex" do provento.

 

Contato