Em agrencolimited

Após subir 50% nesta quarta, Agrenco anuncia assinatura de contrato com Delta

Companhia reforça compromisso com recuperação judicial e estima que produção e comercialização de energia elétrica ocorrerão em breve; BDRs da empresa subiram 150% em menos de um mês

carregamento de soja em MT
(Paulo Whitaker/Reuters)

SÃO PAULO - A Agrenco Limited (AGEN11), holding que controla a Agrenco Brasil, empresa de processamento de soja que está em regime de recuperação judicial desde 2009, comunicou ao mercado nesta quarta-feira (13) a assinatura de um contrato com a Delta Serviços e Investimentos.

O contrato consiste na prestação de serviços pela Delta para realizar a adesão e representação da empresa como agente junto a CCEE (Câmara de Comercialização de Energia Elétrica), bem como gerenciar os contratos de energia elétrica e assessorar a companhia na contratação e comercialização de energia elétrica no mercado livre. 

Segundo comunicado, a companhia realizou uma reunião em 8 de fevereiro com a CEMAT (Centrais Elétricas Matogrossenses), e na presença de representantes da Delta Energia, onde verificou-se as adequações que devem ser realizadas na unidade fabril de Alto Araguaia para a geração e comercialização de energia elétrica, e conclui-se que esta unidade já possui mais de 70% de todas as adequações exigidas pela rede de energia.

Com isso, a Agrenco estima que a produção e comercialização de energia elétrica ocorrerão brevemente. 

Esses passos dados em fevereiro são importantes para a produtividade do grupo e "reafirmam o empenho da administração e de seus colaboradores na concretização da plena recuperação judicial", ressalta a empresa. 

Disparada das ações
O comunicado foi divulgado após o fechamento do pregão desta quarta-feira, dia em que os BDRs (Brazilian Depositary Receipts) subiram 50,0%, indo de R$ 0,40 para R$ 0,60 - maior fechamento desde agosto de 2011. O volume financeiro movimentado com os ativos atingiu R$ 7,1 milhões, bem acima da média diária dos últimos 21 pregões, de R$ 570 mil.

Vale mencionar que desde 21 de janeiro, esses ativos acumulam valorização de 150%

 

Contato