Em negocios / inovacao

Primeiro Hyperloop para passageiros e em escala real é anunciado; operações começam em 2019

Se trata da primeira linha de transporte do mundo da tecnologia Hyperloop, projetada por Elon Musk, a ser instalada em escala real e a ter uma data de entrega definida

Hyperloop Toulouse
(Divulgação/Hyperloop)

SÃO PAULO – A Hyperloop Transportation Technologies anunciou nesta quinta-feira (12) que o sistema de transporte de tubos para passageiros será instalado em Toulouse, na França, com funcionamento previsto para 2019. Se trata da primeira linha de transporte do mundo da tecnologia Hyperloop, projetada por Elon Musk, a ser instalada em escala real e a ter uma data de entrega definida.

A primeira fase do sistema será uma instalação fechada de 320 metros de comprimento, cujas operações começarão ainda neste ano. O restante, a ser concluído no próximo ano, se trata de um sistema de um quilômetro de extensão, elevado por postes a uma altura de 5,8 metros.

Neste sistema, poderão ser transportados através das cápsulas tanto passageiros quanto contêineres de carga, segundo a companhia, graças aos tubos de diâmetro interno de 4 metros.

“Construir em escala real significa que estamos comprometidos com a inovação a longo prazo. Fomos pioneiros na tecnologia, provamos ser viáveis e seguráveis pela Munich RE. Temos acordos em vigor em nove países onde estamos trabalhando na viabilidade e na regulamentação. O Hyperloop não é mais um conceito, é uma indústria comercial”, comentou Bipop Gresta, presidente da HyperloopTT, sobre a inauguração.

No início de abril, a companhia anunciou a criação do seu primeiro centro de inovação em logística em Contagem, Minas Gerais. O objetivo do centro é “aproveitar uma série de estudos de viabilidade para diferentes rotas no Brasil, tanto para carga quanto para passageiros”.

O Hyperloop é considerado um dos sistemas de mobilidade mais revolucionários da atualidade: ele consiste em uma cápsula que viaja através de tubos por levitação passiva magnética, tecnologia que permite que o sistema alcance de uma velocidade média de 1.200 km/h. Nessa velocidade, é possível viajar entre São Paulo e Belo Horizonte em 30 minutos, por exemplo.

A longo prazo, o objetivo da HyperloopTT é integrar todas as modalidades de transporte, não somente o terrestre. Em entrevista para o InfoMoney, o head de desenvolvimento global da companhia, Rodrigo Sá, afirmou que o sistema “é uma forma de redimensionar a economia e transformar as cidades, que buscam soluções cada vez mais sustentáveis”.

Invista seu dinheiro da melhor maneira: abra sua conta na XP Investimentos. 

A seguir, assista ao vídeo da chegada dos tubos Hyperloop à Toulouse:

Contato