Em minhas-financas / precos

Dieese: em janeiro, preço da cesta básica aumenta em 18 capitais

As maiores altas foram apuradas em Salvador (17,85%), Aracaju (13,59%), Natal (12,48%) e Brasília (11,30%)

SÃO PAULO – Em janeiro, o preço da cesta básica aumentou em todas as 18 capitais analisadas pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos).

De acordo com os dados divulgados nesta quarta-feira (6), as maiores altas foram apuradas em Salvador (17,85%), Aracaju (13,59%), Natal (12,48%) e Brasília (11,30%). Já as menores oscilações ocorreram em Fortaleza (2,19%), Belo Horizonte (3,06%) e Belém (3,29%).

Valores
Segundo informações do Dieese, em janeiro deste ano, São Paulo teve a cesta mais cara do País, custando R$ 318,40. Em seguida, veio o conjunto de alimentos de Vitória (R$ 315,38) e em terceiro lugar, Porto Alegre (R$ 309,33).

Os preços mais baixos foram encontrados em Aracaju (R$ 231,80), João Pessoa (R$ 252,13) e Recife (R$ 257,43). Veja as lista com as 18 capitais pesquisadas:

Custo da cesta básica nas principais capitais brasileiras
Capital   Valor em janeiro   Variação Mensal  
Salvador R$ 267,65 17,85%
Aracaju R$ 231,80 13,59%
Natal  R$ 269,56 12,48%
Brasília  R$ 307,14 11,30%
Goiânia R$ 287,94 9,41%
Vitória R$ 315,38 8,42%
Campo Grande R$ 263,03 8,27%
Rio de Janeiro R$ 303,86 7,82%
Florianópolis  R$ 309,21 6,61%
João Pessoa R$ 252,13 6,00%
Curitiba R$ 285,94 5,39%
Porto Alegre R$ 309,33 5,08%
São Paulo R$ 318,40 4,43%
Manaus R$ 301,73 3,95%
Recife  R$ 257,43 3,41%
Belém R$ 280,51 3,29%
Belo Horizonte R$ 299,79 3,06%
Fortaleza R$ 258,32 2,19%
Fonte: Dieese
compras supermercado - cesta
(Getty Images)

Contato