O dinheiro compra a felicidade? Milionários dizem que sim

Os ricos indicaram maior satisfação com seus relacionamentos, finanças e vida social
Por Juliana Américo Lourenço da Silva  
a a a

SÃO PAULO – Um em cada cinco milionários reconhecem que o dinheiro pode sim comprar a felicidade, segundo relatório da Spectrem Group, divulgado na semana passada. O levantamento mostra que conforme o dinheiro aumenta, sobem também os níveis de felicidade.

Diversos investidores tiveram de classificar o seu nível geral de felicidade, assim como o nível de satisfação com o seu trabalho, casamento, atividades de lazer, entre outros. Cerca de 25% dos indivíduos com um patrimônio de US$ 100 mil (cerca de R$ 197.490, de acordo com a cotação do Banco Central do Brasil do dia 28 de fevereiro de 2013), se descrevem muito felizes.

Por outro lado, este percentual sobe para 44% entre os entrevistados com patrimônio líquido de US$ 5 milhões a US$ 25 milhões (R$ 9,87 milhões e R$ 49,3 milhões) se colocaram na mesma situação.

Níveis de satisfação
Os milionários também indicaram níveis significativamente mais elevados de satisfação do que os não milionários com seus casamentos, relacionamentos pessoais e relação com os filhos, além de satisfação na vida social e situação financeira.

Deixe seu comentário

Celso Roseira (06/03/2013 09:42:43) O dinheiro compra bens que satisfazem temporariamente os infelizes.
Alexandre Vivo Rodrigues (06/03/2013 09:57:58) Quem escreveu a frase "Dinheiro não traz felicidade" ou era um pobre querendo achar uma justificativa para ser mais feliz ou um rico querendo fazer um pobre feliz. :)
Miguel Barros (06/03/2013 11:16:53) Pensando a questão de forma objetiva: Uma pessoa com muito dinheiro realizará coisas que a tornarão mais feliz com mais facilidade (bem estar próprio e de seus familiares, afastar a angústia de problemas financeiros próprios e de seus familiares, certeza de boas escolas para seus decendentes, tranquilidade de saber que seus filhos não passarão por privações frustantes, não vai perdes noites de sono pensando em dívidas, mensalidades escolares, poderá viajar, etc). Contudo, conflitos familiares, desentendimentos e principalmente a plena saúde própria e de seus familiares muitas vezes o dinheiro não resolve. Um familiar com uma doença terminal, por exemplo, ou um filho viciado em drogas pesadas, etc. Em síntese o dinheiro trás sim felicidade em certos aspectos e em outros não. Como já diz a máxima: Tudo é relativo, depende do contexto e do ideal de vida de cada pessoa. O dinheiro é um instrumento que pode ser bem ou mal usado, o que importa é a forma e os objetivos de quem o usa. Dinheiro é bom quando bem usado.
Marlene Baroni (06/03/2013 11:21:13) também acho!!!
Edson Magalhães (06/03/2013 11:26:51) Aos que não acham que ter dinheiro é ser infeliz eu resolvo rapidinho o problema: manda algum pra mim....
(06/03/2013 12:44:13) claro que o dinheiro compra felicidade. ou pq vc acha q estou infeliz?
Alexandre Morais de Souza (06/03/2013 12:49:54) Nada mais óbvio, pesquisa inútil.
Kenny Casagrande (06/03/2013 12:51:37) Creio que a explicação mais lógica seria "O dinheiro é um catalizador para a felicidade"
Bruno Costa Rocca (06/03/2013 13:07:52) eh tipo uma pesquisa que eu li: "Olhar pra decotes faz bem pro Homem."
Wagner Berengher (06/03/2013 13:46:39) Como já disse alguém, dinheiro não traz felicidade, mas te permite ser infeliz na Riviera Francesa ou morando numa cobertura em Nova Iorque, dirigindo sua Ferrari...
Jair Silveira (06/03/2013 13:47:51) duas coisas distintas conseguesse com dinheiro uma maior realização!!!
João Tonsic (06/03/2013 13:54:25) http://www.bloodygoodhorror.com/bgh/files/reviews/caps/vampires-kiss.jpg
Maurício Bernardi (06/03/2013 17:44:28) auhauahuahua.....antes deprimido na spring break (impossível) do q deprimido em birigui...pesquisa inútil...
(07/03/2013 08:23:45) e alguém tem duvidas?