Em minhas-financas / impostos

5 maneiras de não ser vítima de golpes ao declarar o Imposto de Renda

Criminosos podem se aproveitar de computadores com antivírus desatualizados e de alguns descuidos com senhas e dados pessoais

teclado de computador
(Kacper Pempel/Reuters)

SÃO PAULO - No momento em que milhares de pessoas se preparam para preencher a declaração do Imposto de Renda, cibercriminosos aproveitam a oportunidade para aplicar golpes pela internet. Além de se preocupar com deduções, contribuições, rendimentos, extratos, entre outros, é preciso ficar atento para não ser vítima das fraudes online.

Para o sociólogo especialista em segurança na rede, Marcelo Barra, é importante que os arquivos de declarações de anos anteriores sejam retirados do computador. Veja 5 dicas de proteção contra as ameaças dos criminosos virtuais destacadas pelo advogado especialista em crimes cibernéticos, Fabrício Mota:

1 - Utilize aplicativos oficiais
Pelo portal da Receita Federal, é possível baixar o aplicativo para declaração, tanto para Android quanto para IOS.

Traders contam como conseguem viver só do lucro de suas operações na Bolsa; veja!

2 - Crie uma senha difícil
Especialistas aconselham a mistura de números e letras na definição de senhas, para que o código não seja facilmente descoberto. Evite sequências, por exemplo.

3 - Utilize computador que tenha antivírus instalado e atualizado
Ao não se preocupar com a atualização dos itens de proteção do navegador, o contribuinte deixa seus acessos disponíveis a sistemas de roubo de informações.

4 - Acesse os sites oficiais, com final “.gov.br”
Em algumas situações, o contribuinte pode receber por e-mail mensagens supostamente enviadas pela Receita Federal e ser direcionado a sites não oficiais. É preciso verificar o endereço do portal em que vai declarar o Imposto de Renda.

5 - Não confie seus dados a terceiros
As informações pessoais, como documentação e faturamento, precisam ser itens diretamente informados ao sistema, sem que outras pessoas tomem conhecimento.

Contato