Itaú Unibanco lança cartão com juros a 5,99% ao mês; veja se vale a pena

Para especialista, consumidor deve ficar atento, pois cartão só é vantajoso para quem comprar em data próxima ao vencimento da fatura
Por Gladys Ferraz Magalhães  
a a a

SÃO PAULO - Na próxima quinta-feira (9), os consumidores brasileiros terão à disposição um novo conceito de cartão de crédito. Batizado de Itaucard 2.0, o plástico, pertencente ao Itaú Unibanco, terá juros fixos de 5,99% ao mês, praticamente a metade da média do mercado, de 12%.

De acordo com o banco, a instituição analisou diversos modelos de cartões de crédito existentes no mercado internacional para chegar ao produto atual. Além dos juros mais baixos, outra mudança importante em relação aos cartões existentes no mercado, é o fato d e que, em caso de atraso ou não pagamento total da fatura, a mesma será cobrada a partir da data de cada compra e não mais a partir da data de vencimento da fatura.

Na opinião do vice-presidente da Anefac (Associação Nacional de Executivos de Finanças), Miguel Ribeiro de Oliveira, o consumidor deve ficar atento, pois o cartão só é vantajoso para quem comprar em uma data próxima ao vencimento da conta. Caso contrário, a prestação pode chegar a ser maior do que nos outros plásticos disponíveis no mercado.

“Primeiramente é importante destacar que o novo formato vai ficar confuso ao consumidor, que terá dificuldades de entender os cálculos de cobrança dos juros (…) Com esta nova metodologia de cobrança, em algumas situações, realmente o consumidor vai pagar um valor menor de juros, entretanto, em outras situações, o valor pago de juros será maior do que na metodologia utilizada por todas as empresas no mercado”, diz.

Simulações
Para que o consumidor entenda melhor o que pode acontecer, o especialista realizou três simulações:

O primeiro exemplo considera uma compra de R$ 1 mil feita em 05 de agosto, por exemplo, para um cartão cuja fatura vence em 25 de agosto, ou seja 20 dias até o vencimento do cartão. Considerando que a pessoa efetue o pagamento mínimo de 15% da fatura e não compre mais até o vencimento, ela pagará o seguinte:

Cartão normal: em 25/08 este consumidor pagaria o mínimo de 15% sobre a compra de R$ 1.000,00, correspondente a R$ 150,00;

Em 25/09 este consumidor pagaria juros de 12% ao mês sobre o saldo financiado de R$ 850,00 – R$ 850,00 x 12% ao mês = R$ 102,00.

Total da fatura: R$ 102,00

Novo cartão Itaú: em 25/08 este consumidor pagaria o mínimo de 15% sobre a compra de R$ 1.000,00, correspondente a R$ 150,00.

De 05/08 a 25/08 (20 dias) este consumidor pagaria juros de 5,99% ao mês sobre o valor da compra, correspondente a R$ 39,93, cobrança que não existe no cartão normal;

De 25/08 a 25/09 (30 dias) este consumidor pagaria juros de 5,99% ao mês, o saldo financiado de R$ 850,00 – R$ 850,00 X 5,99% ao mês = R$ 50,92; Total:

Total da fatura:R$ 90,85 (R$ 39,93 + R$ 50,92)

No segundo exemplo, a compra é novamente de R$ 1 mil, mas foi realizada em 25 de agosto, ou seja com 30 dias até o vencimento. Neste caso, para uma fatura com vencimento em 25 de setembro e pagamento de 15%, a situação é a seguinte:

Cartão normal: em 25/08 este consumidor pagaria o mínimo de 15% sobre a compra de R$ 1.000,00, correspondente a R$ 150,00;

Em 25/09 este consumidor pagaria juros de 12% ao mês sobre o saldo financiado de R$ 850,00 – R$ 850,00 X 12% ao mês = R$ 102,00;

Total: R$ 102 em 25 de setembro

Novo cartão Itaú: em 25/08 este consumidor pagaria o mínimo de 15% sobre a compra de R$ 1.000,00, correspondente a R$ 150,00;

De 25/08 a 25/09 (30 dias) este consumidor pagaria juros de 5,99% ao mês sobre o valor da compra, aqui de R$ 1.000,00, correspondente a R$ 59,90, cobrança que não existe no cartão normal.

De 25/08 a 25/09 (30 dias) este consumidor pagaria juros de 5,99% ao mês, o saldo financiado de R$ 850,00 – R$ 850,00 X 5,99% ao mês = R$ 50,92;

Total:R$ 110,82 (R$ 59,90 + R$ 50,92)

No terceiro e último exemplo, o cliente faz a compra de R$ 1 mil em 05 de agosto, ou seja 20 dias até o vencimento da fatura do cartão, em 25 de agosto; e depois volta a comprar em 30 de agoto, 25 dias após o vencimento da fatura. Novamente, o consumidor realiza o pagamento mínimo de 15%.

Cartão normal: em 25/08 este consumidor pagaria o mínimo de 15% sobre a compra de R$ 1.000,00, correspondente a R$ 150,00;

Em 25/09 a sua fatura do cartão de crédito estaria:

  • R$ 850,00 saldo devedor anterior
  • R$ 500,00 nova compra feita em 30/08
  • R$ 102,00 juros de 12% ao mês sobre o valor financiado de R$ 850,00

Ou seja, saldo devedor da fatura de R$ 1.452 e juros, em 25 de setembro, de R$ 102.

Novo Cartão Itaú: em 25/08 este consumidor pagaria o mínimo de 15% sobre a compra de R$ 1.000,00, correspondente a R$ 150,00;

Em 25/09 a sua fatura do cartão de crédito estaria:

  • R$ 850,00 saldo devedor anterior
  • R$ 500,00 Nova compra feita em 30/08
  • R$ 39,93 juros de 5,99% ao mês sobre o valor da compra de R$ 1.000,00 feita em 05/08
  • R$ 50,92 juros de 5,99% ao mês sobre o valor financiado de R$ 850,00
  • R$ 24,96 juros de 5,99% ao mês sobre a nova compra de R$ 500,00 de 30/08 a 25/09

Ou seja, saldo devedor da fatura de R$ 1.465,81, com juros em 25 de setembro de R$ 115,81 (R$ 39,93 + R$ 50,92 + R$ 25,96).

 

Assuntos relacionados: Crédito Finanças Pessoais Orçamento

Deixe seu comentário