Em mercados / politica

Lula se irrita com equipe e ordena apagar postagem com fotos de Moro com Aécio e Temer

Conforme destaca a Folha, aliados do PT no Congresso sabem que, embora a crise esteja neste momento desabando nas cabeças do PMDB e do PSDB, petistas não devem ser poupados na delação dos donos da JBS

SÃO PAULO - Na noite de ontem, as contas do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no Facebook e no Twitter publicaram fotos do juiz Sergio Moro ao lado de Michel Temer (PMDB) e de Aécio Neves (PSDB-MG), em registros feitos durante eventos públicos ao longo dos últimos meses. O presidente e o senador afastado foram bastante implicados na delação bomba da JBS: no caso do peemedebista, Joesley Batista afirmou que Temer deu aval para comprar o silêncio de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e que o tucano pediu R$ 2 milhões a ele. 

Porém, o petista não gostou nada da publicação e deu uma bronca em sua equipe de colaboradores, de acordo com a coluna Painel, da Folha de S. Paulo. O ex-presidente viu a postagem nesta quinta e determinou que ela fosse removida. "O estrago, porém, já estava feito", apontou a colunista.

Conforme destaca a coluna, aliados do PT no Congresso sabem que, embora a crise esteja neste momento desabando nas cabeças do PMDB e do PSDB, petistas não devem ser poupados na delação dos donos da JBS, Joesley e Wesley Batista. 

Veja a publicação da conta de Lula no Twitter:

 

 

Lula
(Reprodução/Instituto Lula)

Contato