Em mercados

Economista-chefe do Credit Suisse, Nilson Teixeira deixa banco após 18 anos

Segundo a agência de notícias Reuters, Teixeira será substituído por Leonardo Fonseca, que está no banco desde 2009 e já estava na equipe

Nilson Teixeira
(Agência Brasil)

SÃO PAULO - Depois de quase 18 anos no Credit Suisse, o economista-chefe do banco Nilson Teixeira anunciou a sua saída da instituição nesta sexta-feira (12), enviando e-mail de despedida a clientes. 

"Após quase 18 anos, meu ciclo no Credit Suisse termina em breve", disse o atual economista-chefe do Credit no Brasil, que afirmou no comunicado que buscará por "novos desafios".

Segundo a agência de notícias Reuters, Teixeira será substituído por Leonardo Fonseca, que está no banco desde 2009 e já estava na equipe.

De acordo com a mesma agência, também estão deixando o banco os analistas Nicole Hirakawa (setor imobiliário e de construção) e Andre Natal (petróleo e gás) e, em ambos os e-mails de despedidas, ambos dizem que as áreas ficarão, respectivamente, nas mãos de Luis Stacchini e Regis Cardoso, que já faziam parte da equipe. Procurada pelo InfoMoney, a assessoria de imprensa do Credit Suisse disse que o banco não comenta movimentações internas da instituição. 

Quer investir em ações pagando só R$ 0,80 de corretagem? Clique aqui e abra sua conta na Clear

 

Contato