Em mercados

EUA consideram derrubar testes de mísseis da Coreia do Norte, diz The Guardian

Diante do aumento das tensões sobre armas nucleares e os programas de mísseis da Coreia do Norte, o Pentágono está procurando maneiras de pressionar o país contra um novo teste nuclear

SÃO PAULO - As Forças Amadas dos Estados Unidos estão considerando derrubar mísseis da Coreia do Norte, como demonstração de força para Pyongyang, disse o jornal britânico The Guardian, nesta terça-feira (18), citando duas fontes com informações sobre o assunto. 

Diante do aumento das tensões sobre armas nucleares e os programas de mísseis da Coreia do Norte, o Pentágono está procurando maneiras de pressionar o país contra um novo teste nuclear. O jornal cita que o secretário de Defesa dos EUA, James Mattis, informou ao Congresso sobre a opção, mas os militares ainda não decidiram se irão interceptar um míssil norte-coreano. 

Nos últimos dias, as tensões entre os dois lados aumentaram, sobretudo, depois que o presidente americano, Donald Trump, decidiu enviar navios de guerra à Península Coreana, em antecipação a um possível teste nuclear de Pyongyang. 

Ontem, o secretário-geral da ONU, António Guterres, pediu às autoridades da Coreia do Norte que deem “todos os passos necessários” para reduzir a tensão após seu último teste com mísseis, que considerou “preocupante”. O país, contudo, disse que planejava manter os seus testes de mísseis balísticos com regularidade, avançando a cada semana no seu programa militar. À rede britânica BBC, o vice-ministro das Relações Exteriores da Coreia do Norte, Han Song-Ryol, disse na segunda que uma eventual ação militar dos EUA resultaria na "guerra total". 

Também na segunda-feira, o vice-presidente americano, Mike Pence, recomendou que a Coreia do Norte não coloque à prova a determinação de Trump frente aos seus programas balísticos e nucleares. 

No último domingo, Pence, chamou de "provocação" o lançamento de um míssel, que fracassou, pela Coreia do Norte. "A provocação desta manhã do Norte é simplesmente o último lembrete dos riscos para cada um de vocês a cada dia", disse Pence perante um grupo de militares americanos durante um jantar realizado por ocasião do domingo de Páscoa na base militar de Yongsan, na capital sul-coreana.

Donald Trump
(Bloomberg)

Contato