Olimpíada traz efeito negativo para economia britânica, alerta Roubini

Excesso de avisos do governo levou londrinos a abandonarem a cidade, enquanto visitantes de fora não viajaram para ver os jogos
Por Fernando Ladeira  
a a a

SÃO PAULO - O Reino Unido está bem colocado nos Jogos Olímpicos - terceiro colocado no quadro de medalhas, logo atrás de Estados Unidos e China. Entretanto, ao se pensar em termos econômicos, o evento é um tremendo fracasso, avalia Nouriel Roubini, o economista conhecido por prever a derrocada norte-americana em 2008.

"Ao assustar todos para ficarem de fora de Londres com avisos de muitas pessoas vindo para cá, acontece que Londres está totalmente vazia, uma cidade zumbi", avalia Roubini, pela rede social Twitter, após completar uma viagem no qual o economista passou por Bruxelas, Paris, Roma e Londres.

Segundo ele, o excesso de avisos do governo, que recomendou a duas milhões de pessoas que trabalhassem de casa, levou as ruas, assim como os hotéis e os restaurantes, a ficarem sem nenhum movimento. "Turistas não-olímpicos estão longe; os londrinos foram embora."

Experian confirma queda
E algumas pesquisas comprovam esse movimento relatado por Roubini. "As Olimpíadas parecem ter afetado adversamente as visitas no Oeste de Londres, com declínio na passagem semana a semana e ano a ano (11,65% e 12,40%, respectivamente) no primeiro domingo de jogos", alerta a casa de pesquisas Serasa.

Deixe seu comentário