Em mercados / bitcoin

FoxBit fora do ar: maior corretora de bitcoins do Brasil tenta explicar falha de R$ 1 milhão

FoxBit emitiu comunicado e fez uma live no YouTube para explicar o que está acontecendo e quando eles voltarão

Bitcoin
(ShutterStock)

SÃO PAULO - Após soltar uma nota na manhã desta segunda-feira (12), os fundadores da FoxBit, uma das maiores exchanges do Brasil, realizaram um evento ao vivo para responder dúvidas de seus usuários sobre o que fez o sistema da empresa ficar fora do ar desde sexta-feira (9).

Segundo o CEO da FoxBit, João Canhada, e o COO, Guto Schiavon, o problema teve início quando foram percebidos saques em duplicidade no sistema da exchange. Rumores apontam que isso começou a ocorrer na quinta-feira (8). A dupla informou mais cedo que o sistema deve permanecer fora do ar pelo menos até quarta-feira (14).

Durante a "live", os dois confirmaram que ocorreram cerca de 130 saques em duplicidade, totalizando algo em torno de 30 bitcoins perdidos. No valor atual, em R$ 31 mil cada moeda, seriam R$ 930 mil retirados de forma errada da plataforma da companhia. Na semana passada o valor do bitcoin chegou a R$ 35 mil, o que representaria mais de R$ 1 milhão.

Segundo Schiavon, alguns investidores já se mostraram dispostos a devolver o dinheiro, mas, de qualquer forma, a FoxBit teria caixa proprietário para cobrir as perdas. "Este valor representa uma porcentagem ínfima do que temos", ressaltou Canhada.

Os dois explicaram que, constatada a falha, eles tiveram que realizar uma manutenção emergencial no sistema. Porém, ao fazer isso ocorreu um erro com o banco de dados da FoxBit. Em nota mais cedo, a empresa disse que esta falha corrompeu os índices do banco de dados da Blinktrade, a provedora de serviços deles. A exchange deixou claro que não foi um caso de ataque hacker.

Sobre as ordens feitas em meio à falha, os dois fundadores disseram que assim que o sistema voltar a funcionar, antes de ser efetivamente colocar de volta no ar será feita uma análise de preços. Usando como base o índice do site BitValor, todas as ordens que estiverem 5% acima ou 5% abaixo do preço do índice serão canceladas.

Usuários têm feito diversas reclamações sobre a falha, principalmente por conta da justificativa. É comum empresas terem um backup de seus sistemas para quando ocorrerem casos como este. Ou seja, se surgir uma falha, será rodada uma versão anterior salva do sistema, restaurando rapidamente a situação para o normal. No total, a expectativa é que a FoxBit fique fora do ar por 5 dias.

Quer investir em ações pagando só R$ 0,80 de corretagem? Clique aqui e abra sua conta na Clear

Contato