Em mercados / bitcoin

Sem apoio do governo, Bitcoin ou qualquer criptomoeda é um "lixo", afirma presidente da Mastercard

"Qualquer moeda precisa de estabilidade e transparência, caso contrário, você terá todas as atividades ilegais do mundo", destaca Ajay Banga

SÃO PAULO - Perguntado sobre o avanço das moedas digitais e a possibilidade de ser um meio de pagamento, o presidente da Mastercard, Ajay Banga, foi categórico ao afirmar que qualquer tipo de criptomoeda é um "lixo", já que não tem apoio do governo.

"Se o governo criar uma moeda digital, encontraremos uma maneira de entrar neste jogo. Nós forneceremos trilhos para mover a moeda do cliente para o comerciante. As moedas digitais exigidas pelo governo são interessantes. A moeda obrigatória não governamental é lixo", afirmou Banga.

O presidente da Mastercard não deixou de criticar o Bitcoin, ao destacar sua alta volatilidade, o que impede de ser um meio de pagamento viável na sua visão, como também o uso da moeda digital para o comércio de produtos ilegais: "se eu pagar uma garrafa de água em Bitcoin, um dia são duas garrafas para um Bitcoin no outro dia são 9 mil garrafas. Isso não funciona. Qualquer moeda precisa de estabilidade e transparência, caso contrário, você terá todas as atividades ilegais do mundo", afirmou.

As críticas de Banga vão ao encontro dos interesses da prestadora de serviços de pagamento, já que o avanço das moedas digitais como meio de pagamento são uma concorrência quase que direta para a empresa norte-americana. 

ajay banga

Contato