Em mercados / bitcoin

Brasil se torna o 4º maior mercado de Bitcoin do mundo em volume negociado

Houve um salto gigantesco em operações de bitcoin usando reais, mas para se tornar o 3º mercado, o Brasil precisa aumentar o volume em mais de 15 vezes

Bitcoin
(Shutterstock)

SÃO PAULO - Este ano tem sido um momento chave na história do Bitcoin, que tem ganhado cada vez mais destaque no mundo todo, atraindo investidores e fazendo seu preço disparar como nenhum outro ativo já subiu na história. E no Brasil não poderia ser diferente, cada vez mais as pessoas estão se interessando sobre as moedas digitais e estão começando a investir.

WORKSHOP GRATUITO: Bitcoin já subiu 100.000.000% - e isso pode ser só o começo

E uma das grandes provas deste movimento é o volume atingido em negociações de bitcoin usando o real. Segundo dados do site Bitcoin Average, o Brasil se tornou o quarto maior mercado global em negociação de bitcoin quando comparado o volume negociado. Foram quase 1.150 bitcoins negociadas em 24 horas no País.

Apesar do forte salto, agora a barreira para se tornar o terceiro mercado é bem maior, já que com o Euro são 18.385 bitcoins negociadas. As duas maiores são o dólar e o yuan chinês, com 80 mil e 38 mil bitcoins por dia, respectivamente.

Vale destacar, porém, que o brasileiro é quem paga o preço mais caro pelo bitcoin no mundo, com um prêmio de cerca de 17% ante o dólar. A explicação, segundo especialistas é bem simples: a moeda está ganhando força no Brasil, mas a oferta não é tão grande assim, o que, pela regra do livre mercado, faz o preço subir.

Workshop gratuito: veja a melhor aula sobre bitcoin da internet brasileira

Contato