Com forte queda das ações ON da Petrobras, Ibovespa fecha em baixa de 0,22%

Benchmark da bolsa foi puxado pela forte baixa dos ativos ordinários da petrolífera, após divulgação de dividendos bem abaixo em comparação com ativos PN; ações do grupo EBX também têm baixa
Por Lara Rizério  
a a a

*Atualizado às 17h56 (horário de Brasília)

SÃO PAULO - Em alta praticamente durante toda a manhã, mas perdendo forças durante a sessão em meio à forte queda das ações ordinárias da Petrobras (PETR3), o Ibovespa fechou em queda de 0,22%, aos 59.444 pontos. O giro financeiro foi de R$ 8,65 bilhões. 

Os papéis ON da petrolífera registraram perdas de 8,29%, aos R$ 16,60, depois de anunciar uma distribuição de dividendos bem inferior ao das ações PN, que tiveram leves ganhos de 0,44%, aos R$ 18,08. As ações da Petrobras respondem por cerca de 10% do índice.

Outra blue chip que chamou a atenção durante o dia foi o Itaú Unibanco (ITUB4), que mostrou ganhos de R$ 13,59 bilhões em 2012, o segundo melhor da história dos bancos, e viu as suas ações subirem 2,52%, aos R$ 34,19. Embora o ganho de R$ 3,49 bilhões no último trimestre tenha vindo abaixo do esperado, o lucro recorrente superou as projeções do mercado, assim como os índices de inadimplência. 

O mercado nacional ignorou o desempenho das bolsas norte-americanas: no horário de fechamento da bolsa nacional, o Dow registrava ganhos de 0,87%, aos 14.001 pontos, enquanto o Nasdaq sobe 1,37%, aos 3.175 pontos. Já o S&P 500 tem ganhos de 1,16%, atingindo os 1.514 pontos. 

Por lá, o destaque ficou com o discurso do presidente norte-americano, Barack Obama, pedindo que o Congresso evite profundos cortes de gastos, com a adoção de uma solução provisória, e disse que está comprometido com a redução do déficit do país para níveis administráveis no longo prazo. Na agenda econômica, o setor de serviços registrou expansão em janeiro, embora o ritmo de crescimento tenha desacelerado ligeramente ante o mês anterior.

Ações do grupo EBX têm forte queda 
Além das ações da Petrobras, outra petrolífera também foi afetada. As ações da OGX Petróleo (OGXP3) caíram 6,22% e atingem os R$ 3,77, enquanto a MMX Mineração (MMXM3) e a LLX Logística (LLXL3) apresentaram perdas de 4,66%, aos R$ 3,27 e de 3,64%, aos R$ 2,12.  

As maiores baixas, dentre as ações que compõem o Índice Bovespa, foram:

 Cód. Ativo Cot R$ % Dia % Ano Vol1
 PETR3 PETROBRAS ON 16,60 -8,29 -15,09 908,21M
 OGXP3 OGX PETROLEO ON 3,77 -6,22 -13,93 248,66M
 MMXM3 MMX MINER ON 3,27 -4,66 -26,52 17,32M
 LLXL3 LLX LOG ON 2,12 -3,64 -11,67 13,03M
 MRFG3 MARFRIG ON 10,30 -2,92 +21,46 80,94M

Já entre as maiores altas, os destaques, além do Itaú Unibanco, ficaram com os papéis da Brookfield (BISA3), com alta de 4,60% (R$ 3,64) e dos papéis ON da Usiminas (USIM3), com ganhos de 4,07%, atingindo os R$ 11,25.
As maiores altas, dentre os papéis que compõem o Índice Bovespa, foram:

 Cód. Ativo Cot R$ % Dia % Ano Vol1
 BISA3 BROOKFIELD ON 3,64 +4,60 +6,43 12,85M
 USIM3 USIMINAS ON 11,25 +4,07 -17,70 6,39M
 HYPE3 HYPERMARCAS ON 18,08 +3,31 +8,78 61,80M
 ITUB4 ITAUUNIBANCO PN ED 34,19 +2,52 +2,49 525,69M
 RENT3 LOCALIZA ON 37,79 +2,44 +0,99 80,82M



As ações mais negociadas, dentre as que compõem o índice Bovespa, foram :

 Código Ativo Cot R$ Var % Vol1 Vol 30d1 Neg 
 PETR4 PETROBRAS PN 18,08 +0,44 1,37B 489,13M 78.291 
 PETR3 PETROBRAS ON 16,60 -8,29 908,21M 142,23M 51.692 
 VALE5 VALE PNA 38,10 -1,68 538,96M 614,62M 30.827 
 ITUB4 ITAUUNIBANCO PN ED 34,19 +2,52 525,69M 275,22M 22.231 
 BBDC4 BRADESCO PN EJ 35,87 -0,08 300,34M 225,34M 17.014 
 OGXP3 OGX PETROLEO ON 3,77 -6,22 248,66M 250,13M 26.832 
 VALE3 VALE ON 39,70 -1,85 168,31M 131,83M 14.325 
 ITSA4 ITAUSA PN 10,02 +2,24 152,41M 109,76M 18.370 
 BVMF3 BMFBOVESPA ON 14,35 +2,14 137,95M 166,25M 13.809 
 CIEL3 CIELO ON 57,30 -0,52 130,88M 118,45M 7.380 

* - Lote de mil ações
1 - Em reais (K - Mil | M - Milhão | B - Bilhão)
 

Agenda internacional
No cenário internacional o dia é de recuperação no mercado europeu, depois das fortes quedas da véspera, exarcebada pelas incertezas políticas na Espanha, onde o primeiro-ministro Mariano Rajoy é acusado de receber pagamentos ilegais de empresários.

No cenário europeu, a Markit Economics divulgou os dados finais de atividade econômica na região. Os dados finais do PMI (Purchasing Manager's Index) Composto mostram um número de 48,6, acima dos 48,2 vistos na prévia. Números abaixo de 50 indicam contração da atividade, enquanto acima disso mostram expansão.

Na Ásia, a atividade no setor de serviços subiu de 51,7 em dezembro para 54,0 em janeiro. Durante o final de semana o governo chinês também divulgou seus números de atividade no setor de serviços, com uma leve melhora de 56,1 para 56,2. 

Deixe seu comentário