Em conteudo-patrocinado / xpi

"Em pouco tempo ganhava mais do que no banco": bancário conta como migrou para um escritório próprio

Tácito Tocci troca décadas de experiência no Private Banking de grandes bancos pela assessoria de investimentos e agora cresce em ritmo acelerado

Foram cerca de 30 anos colecionando passagens por grandes bancos antes de montar um escritório de investimento próprio. Com um currículo que inclui anos de experiência no Private Banking de instituições financeiras, Tácito Tocci migrou sua carreira para o modelo de assessoria de investimentos em 2012 e rapidamente viu o retorno. “Em pouco tempo eu já ganhava mais do que no banco”, conta, sem citar números específicos.

Curiosamente, a transição começou a acontecer dentro de um banco, em 2009. Alguns anos depois, o banco convidou Tocci e outros profissionais a montarem uma estrutura de investimentos com CNPJ próprio dentro da instituição em 2014, chamada de TJRD. A grande virada na carreira, no entanto, aconteceu mesmo em 2016, quando Tocci e seu sócio Ricardo Juliano cortaram definitivamente os vínculos com o banco e decidiram experimentar o modelo de negócio da XP Investimentos, fundando um escritório chamado First Invest. “A plataforma é muito mais aberta, hoje eu não conheço uma casa que consiga bater a XP em termos de produtos”, explica.

A plataforma da XP reúne mais de 400 fundos de investimento, dezenas de alternativas na renda fixa com ganhos muito acima daqueles oferecidos nos grandes bancos, e é a maior distribuidora de COEs (Certificados de Operações Estruturadas) no mercado, uma alternativa que vem sendo cada vez mais procurada nos últimos meses diante do cenário de queda nas taxas de juros.

Foi com o acesso a essa carteira de produtos que Tocci e seu sócio conseguiram levantar cerca de R$ 100 milhões sob custódia nestes dois anos de atuação. Para 2018, o plano é dobrar o número para R$ 200 milhões. Se você quiser montar um escritório com a ajuda da XP Investimentos ou se juntar a um já existente, clique aqui e descubra como fazer a transição na carreira.


Tácito Tocci | Crédito: Divulgação

O escritório de Tocci abriu oito vagas, e até o momento três delas foram preenchidas: uma com um profissional do setor bancário e as outras duas com engenheiros trazendo um networking diferenciado. Tocci explica que aposta nos engenheiros porque a tendência do mercado é se sofisticar cada vez mais, e esse tipo de profissional pode ter mais facilidade para entender os produtos e traduzir para o cliente em uma linguagem mais simples. “O mercado está se sofisticando e o assessor precisa ter um conhecimento maior, no futuro veremos mais operações estruturadas e swaps, por exemplo”, diz.

Acostumado a lidar com clientes do Private Banking, esse perfil continua sendo o foco do escritório, mas investidores com um aporte menor também podem abrir uma conta na XP por meio da First Invest. “Nós já tivemos surpresas positivas com quem chegou com R$ 200 mil, gostou do serviço e hoje está com R$ 2 milhões no nosso escritório”, diz.

Perspectiva de fusões

“O modelo tradicional de banco vem se perdendo um pouco desde que entrou no Brasil um modelo de plataformas abertas como nos EUA”, afirma Tácito. Lá fora, esse é um movimento que teve início há algumas décadas e atualmente está enraizado na população.

Para o sócio-fundador da First Invest, o modelo de escritórios tende a ganhar cada vez mais força no Brasil nos próximos anos e ainda promete muitas novidades à vista, como fusões de escritórios, o que atualmente é algo raro. “Essa é uma possibilidade com grande chance de acontecer para formar corpo e crescer ainda mais, eu também penso em fusões no futuro, é sadio”, diz.

Por enquanto, as atenções de Tocci estão voltadas para o crescimento orgânico do escritório. “Quero crescer a minha base, e o boca a boca e o bom trabalho é essencial para isso, pesquisas mostram que clientes bem atendidos geram novos prospects.”

Para migrar sua carreira para a assessoria de investimentos, clique aqui e saiba como a XP Investimentos pode te ajudar.

Disclaimer: CONTEÚDO PATROCINADO XP INVESTIMENTOS CCTVM S.A. Este material foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S/A (“XP Investimentos” ou “XP”) e tem caráter meramente informativo, não constitui e nem deve ser interpretado como solicitação de compra ou venda, oferta ou recomendação de qualquer ativo financeiro, investimento, sugestão de alocação ou adoção de estratégias por parte dos destinatários. Os prazos, taxas e condições aqui contidas são meramente indicativas. As informações contidas neste material foram consideradas razoáveis na data em que ele foi divulgado e foram obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis. A XP Investimentos não dá nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações. Os ativos, operações, fundos e/ou instrumentos financeiros discutidos neste material podem não ser adequados para todos os investidores. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. Investimentos nos mercados financeiros e de capitais estão sujeitos a riscos de perda superior ao valor total do capital investido. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. Para maiores informações sobre produtos, tabelas de custos operacionais e política de cobrança, favor acessar o nosso site: www.xpi.com.br. ESTA INSTITUIÇÃO É ADERENTE AO CÓDIGO ANBIMA DE REGULAÇÃO E MELHORES PRÁTICAS PARA ATIVIDADE DE DISTRIBUIÇÃO DE PRODUTOS DE INVESTIMENTO NO VAREJO.

 

Contato