Em weg

WEG dá início à temporada de resultados com o pé direito e ações sobem até 5,5%

A empresa reportou a maior receita operacional líquida da história: cerca de R$ 3 bilhões, superior em 34% ao registrado no mesmo período do ano passado

Fábrica WEG
(Divulgação )

SÃO PAULO - Já se desenrolando no exterior há alguns dias, a temporada de balanços corporativos começou nesta quarta-feira (18) no Brasil já com o pé direito. Após divulgar resultados para o segundo trimestre de 2018 considerados muito positivos e superando as expectativas do mercado, os papéis da fabricante de motores multinacional WEG (WEGE3) chegaram a saltar 5,55% na bolsa, antes de amenizarem os ganhos.

A empresa reportou sua maior receita operacional líquida da história: R$ 3 bilhões, superior em 34% ao registrado no mesmo período do ano passado. Já o lucro líquido foi de R$ 336,6 milhões, 23,7% acima do segundo trimestre de 2017. O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) atingiu R$ 465,5 milhões (25,6% acima dos resultados em 2017), e a margem Ebitda foi de 15,2%.

Para os analistas da XP Investimentos, os resultados ficaram acima do esperado, com o Ebitda ultrapassando as estimativas do mercado em 9%, e as receitas ficando 10% acima do que previa o consenso. Para a equipe da corretora, porém, a recomendação para a ação segue como "neutra", com preço-alvo de R$ 17,70 por ação.

Abrindo o pregão com euforia, a ação já amenizou boa parte dos ganhos, conforme muitos analistas classificaram os números divulgados como em linha com o esperado. É o caso do banco Credit Suisse, que não considerou a compra dos papéis atraente, uma vez que estes já tiveram desempenho muito superior ao do Ibovespa nos últimos 30 dias.

Em seu próprio release de resultado, a WEG atribui seu desempenho à “melhora da conjuntura econômica” e à “maior participação de novos negócios na receita, como por exemplo as usinas de energia solar e a recente aquisição do negócio de turbinas a vapor (TGM)”. Além desses fatores, a equipe da XP aponta que o real mais fraco também impulsionou os resultados, já que o mercado externo representou 57% da receita.

Em geral, o resultado foi tido como muito bom pelos analistas, dando um ótimo início para a temporada de resultados, mas os números não foram acima do que já era esperado, o que tira um pouco do ímpeto das ações na bolsa. A companhia não decepcionou, mas parece que o seu melhor momento passou e a hora agora é de esperar uma nova oportunidade futura.

Quer investir em ações da WEG pagando só R$ 0,80 de corretagem? Clique aqui e abra sua conta na Clear

 

Contato