QUANTO RENDE O FGTS?

O FGTS foi criado para assegurar estabilidade financeira aos trabalhadores do regime CLT. Os recursos são depositados mensalmente pelos empregadores numa conta na Caixa Econômica Federal e são remunerados.

O FGTS remunera os trabalhadores com juros de 3% ao ano mais a variação TR. É um rendimento considerado baixo – equivale a cerca de metade do retorno da poupança (de 6,17% ao ano mais TR) e a uma fração da Selic atual (12,75% ao ano)

O FGTS ganha por pouco da inflação, mesmo distribuindo parte de seu lucro desde 2016. Em 2020, o retorno total – somando 3% mais TR com a distribuição de lucro de R$ 8,1 bi – foi de 4,92%. O IPCA chegou a 4,52% no período

Confira a rentabilidade total do FGTS ano a ano em comparação com a inflação:

Nos últimos 20 anos, de janeiro de 2002 a maio deste ano, os recursos mantidos no FGTS renderam 136%. O retorno foi melhor para quem aproveitou as chances de investir em ações da Vale e da Petrobras com o dinheiro do fundo.

O investidor que destinou 50% dos recursos para comprar ações da Vale, via fundos mútuos de privatização (FMP), teve retorno de 2.235% em 20 anos. Já quem optou pelas ações da Petrobras ganhou 649% no período.