Em vale

Vale: o que os analistas acharam das mudanças (por enquanto temporárias) na mineradora?

Após chegarem a cair 3,8% na segunda-feira em Nova York, papéis se recuperaram e acumularam ganhos de 2,18% nas últimas sessões com a B3 fechada no Brasil

vale minério ferro
(divulgação)

(Bloomberg) - Na última terça-feira (5), em dia de bolsa fechada no Brasil, os ADRs da Vale (VALE3) se recuperam pelo segundo dia seguido em Nova York após chegarem a cair até 3,8% inicialmente na segunda-feira, depois que o diretor-presidente da empresa Fabio Schvartsman e outros executivos apresentaram pedidos de afastamento temporário, aceitos pela mineradora, após a sequência de dois desastres em cerca de três anos em barragens de rejeitos de mineração ampliar a pressão das autoridades.  Os ADRs da Vale acumularam alta de 2,18% na segunda e na terça-feira em NY.

Uma mudança na administração da empresa veio “mais cedo do que esperávamos”, escreveram analistas do HSBC liderados por Jonathan Brandt em relatório.

“Embora os próprios diretores tenham solicitado tecnicamente o afastamento, sua solicitação é consequência da recomendação de entidades governamentais e do que poderíamos caracterizar como pressão do governo para uma mudança na administração”.

O HSBC reiterou seu rating de manutenção para os ADRs da Vale, devido à maior incerteza e potenciais passivos. O banco acredita que, embora temporário, o movimento recente é provavelmente o primeiro passo para a troca permanente do comando, dado o nível de pressão pública. Banco acrescentou que Eduardo Bartolomeo, que atuou como diretor-executivo de metais básicos desde janeiro de 2018 e que foi nomeado como CEO interino, é "bem respeitado pelo mercado".

Segundo o Citigroup, é fundamental que a empresa mantenha sua independência, com a diretoria livre para definir estratégia sem interferência do governo. "Todas as indicações do novo governo até agora é que este será o caso", escreveu analista Alexander Hacking em nota.

“Os investidores expressaram preocupação em relação a essa notícia, uma vez que Schvartsman era bem visto. No entanto, estamos menos preocupados, dado que a prioridade de curto prazo da Vale é ajudar as vítimas e navegar pela crise ”, disse Hacking.

O Scotiabank rebaixou os ADRs da Vale para performance em linha com os do setor, de avaliação anterior de desempenho acima do setor, reduzindo o preço-alvo para de US$ 16 para US$ 13,60. "Uma mudança na gestão - pouco clara a respeito de como isso seria temporário - pode ser vista por alguns investidores como um novo motivo de preocupação", escreveu o analista Alfonso Salazar em nota.

"Os investidores podem precisar de tempo para assimilar as implicações de ter uma nova equipe administrativa temporária sob a complexa situação atual", disse Salazar.

Quer investir melhor o seu dinheiro? Clique aqui e abra a sua conta na XP Investimentos

 

 

Contato