Em vale

Vale pretende levantar até US$ 7 bilhões em 2015 com venda de ativos e parcerias

A companhia informou ainda que o break-even do preço do minério de ferro está sendo reduzido para US$ 39,1 a tonelada

Vale
(Bloomberg)

SÃO PAULO - A Vale (VALE3; VALE5) pretende levantar entre US$ 6 bilhões e US$ 7 bilhões em caixa em 2015  com venda de ativos e parcerias, informou a mineradora em comunicado enviado à CVM (Comissão de Valores Mobiliários) nesta manhã.

A mineradora detalhou que esse montante corresponde à: venda de 25% adicional do fluxo de ouro da mina de Salobo, sendo que US$ 900 milhões já foram recebidos em março deste ano; venda de 4 navios para a Cosco e outros 4 navios para a China Merchants Energy Shipping no valor de US$ 445 milhões e 448 milhões, respectivamente; a venda de 36,4% do capital total da MBR em ações preferenciais com opção de compra e expectativa de recebimento de R$ 4 bilhões no terceiro trimestre; além do acordo de investimento com a Mitsui para parceria no projeto de carvão em Moçambique. 

A companhia informou ainda que o break-even do preço do minério de ferro está sendo reduzido para US$ 39,1 a tonelada, no centro da faixa indicada para o ano de US$ 37 e US$ 41 a tonelada, previsto pela companhia em 10 de junho em embarques para a China este ano. 

A mineradora reiterou a projeção para a produção de minério de ferro em 340 milhões de toneladas para 2015 e 376 milhões para 2016. Segundo a Vale, esse acréscimo para o ano seguinte será definido em função do plano de otimização de margens. 

 

Tudo sobre:  Minério de Ferro  

Contato