Em vale

Vale distribuirá aos seus acionistas R$ 0,899 por ação a partir de 30 de abril

Valor refere-se à primeira das duas parcelas que a mineradora distribuirá aos seus acionistas como remuneração mínima de 2014; ações ficarão "ex-juros" em 15 de abril

mineração Vale
(Divulgação/Vale)

SÃO PAULO - O conselho de administração da Vale (VALE3, VALE5) aprovou nesta segunda-feira (14) o pagamento da primeira das duas parcelas da remuneração mínima aos acionistas em 2014.

O pagamento será feito sob forma de juros sobre capital próprio no valor de R$ 4,632 bilhões - ou R$ 0,898904129 por ação ordinária ou preferencial -, sendo pago a partir de 30 de abril, informa a mineradora em fato relevante.

Receberão estes juros os investidores que estiverem na base acionária da Vale em 14 de abril, sendo o próximo pregão (15 de abril) a data "ex-juros". Ou seja, quem adquirir ações da mineradora a partir desta data não terá direito de receber este provento.

Em 30 de janeiro, a diretoria executiva da Vale autorizou o pagamento mínimo de US$ 4,2 bilhões em dividendos aos seus acionistas, correspondente a US$ 0,814999890 por ação em circulação, com os pagamentos definidos para 30 de abril e 31 de outubro de 2014. A conversão para os valores em reais foi feita com base na taxa do dólar Ptax (opção 5) informada pelo Banco Central em 11 de abril de 2014, de R$ 2,2059, explica a empresa.

Dividendo para os estrangeiros
Para investidores não residentes no Brasil, os proventos da Vale possuem certas particularidades. Para quem possui ADRs (American Depositary Receipts) da mineradora, o pagamento será feito através do JPMorgan em 7 de maio, com "record date" (data limite para receber os dividendos) em 14 de abril na Bolsa de Nova York.

Já quem possui HDRs (Hong Kong Depositary Receipts) receberá pelo mesmo banco o pagamento em 12 de maio, com as ações tendo o "record date" em Hong Kong em 17 de abril. O mesmo dia 17 é a record date dos papéis da Vale negociados na Euronext Paris.

 

Contato