Em v-agro

Entenda o que faz uma "small cap" disparar mais de 50% na Bolsa hoje

Nesta manhã, a companhia anunciou que convocou seu conselho de administração para reunião no final deste mês para aprovar aumento de capital de R$ 150 milhões para melhorar sua estrutura financeira

carregamento de soja em MT
(Paulo Whitaker/Reuters)

SÃO PAULO - As ações da "small cap" Vanguarda Agro (VAGR3) chegaram a disparar mais de 50% nesta quinta-feira (13) dando sequência a arrancada de ontem. Nesta manhã, a companhia anunciou que convocou seu conselho de administração para reunião no final deste mês para aprovar aumento de capital de R$ 150 milhões para melhorar sua estrutura financeira - reduzir e alongar sua dívida.

Os papéis da companhia fecharam com alta de 35,51%, a R$ 1,45, depois de terem atingido na máxima do dia valorização de 50,47%, a R$ 1,61. O volume financeiro registrado com a ação era de R$ 3,388 milhões, superior a média diária de R$ 1,428 milhões dos últimos 21 pregões. Essa é a segunda alta consecutiva do papel, período no qual acumula alta de 47%. Vale mencionar que antes dessas altas os papéis caíram por cinco pregões consecutivos, batendo na última terça-feira no seu menor patamar da história, ao fechar a R$ 0,98. 

A melhora na estrutura financeira da empresa endereça assim um dos pontos que vinham fomentando críticas por parte do sell-side. "Isso é uma forte demonstração de confiança do mercado na companhia", disse o analista Gabriel Casonato, da casa de research da Empiricus, que esteve em reunião hoje com o Cristiano Soares Rodrigues, CFO da empresa.

Segundo Casonato, a empresa passa a ter mais tranquilidade para focar na questão da produtividade, item no qual o CEO (Chief Executive Officer), Arlindo Moura, é expert. "Da minha parte, continuo bastante otimista com a VAGR3 no longo prazo (horizonte de três a cinco anos), sobretudo, por confiar no processo evolutivo em curso na empresa", disse.

Entre as melhores operacionais, Casonato ressalta devolução de hectares arrendados, respeito às janelas de plantio, investimentos em solo, maquinário e armazenagem e redução de custo da dívida. Diante disso, ele segue vendo espaço considerável para a ação precificar a reestruturação, motivo pelo qual recomenda compra do papel. 

 

Contato