Em ultimas-noticias

Movida aposta em disrupção para continuar a crescer

Criada em 2006, empresa posiciona serviço de aluguel de carros como "alternativa de mobilidade" e vê faturamento saltar de R$ 90 milhões para mais de R$ 2,5 bilhões

SÃO PAULO - Com pouco mais de 10 anos de atuação, a Movida opera principalmente no segmento de locação de aluguel de carros. No entanto, de acordo com o CEO da empresa, Renato Franklin, a Movida é uma companhia que chegou para promover uma disrupção no mercado, posicionando os serviço de aluguel de automóveis como “alternativa de mobilidade”.

Essa disrupção tem proporcionado resultados positivos e um crescimento na contramão da crise”, afirmou ele no programa 30 Minutos para se Aposentar com Ações, que vai ao ar na InfoMoney TV e tem apresentação do especialista da XP Marco Saravalle.

Criada em 2006, a Movida expandiu sua frota de 2.500 para 80 mil carros. Já o faturamento, que girava em torno de R$ 90 milhões supera, hoje, os R$ 2,5 bilhões.

Os números mais recentes são positivos: a Movida teve lucro líquido de R$ 39,92 milhões no segundo trimestre (258,86% a mais que o valor apurado no mesmo período do ano passado).

Para saber mais sobre a operação e os planos da companhia, veja abaixo o programa 30 Minutos para se Aposentar com Ações, que contou ainda com a participação do CFO da Movida, Edmar Prado Lopes Neto.

Contato