Em transpaulista

Cteep cai mais de 10% após conselho recomendar renovação das concessões

Conselho da companhia recomenda aos acionistas que aprovem os termos para a renovação das concessões em reunião prevista para esta tarde

torres de transmissão - energia elétrica
(Getty Images)

SÃO PAULO - A Transmissão Paulista (TRPL4) informou que em reunião realizada nesta segunda-feira (3) o conselho de administração da companhia decidiu mudar a proposta da administração em razão da alteração da Medida Provisória 579. A decisão afetou diretamente o desempenho das ações da companhia na Bovespa.

Os papéis TRPL4, que chegaram a registrar valorização de 4,90% durante a manhã, cotadas a R$ 32,78, passaram para o campo negativo após a decisão anunciada e chegaram a despencar 10,98% no seu pior momento do dia, quando eram negociadas a R$ 27,82. Por volta das 15h35 (horário de Brasília), os ativos da transmissora recuavam 9,12%, valendo R$ 28,40.

Após análise dos estudos apresentados pela diretoria da companhia, o conselho recomendou aos acionistas que aprovem a prorrogação do contrato de concessões e a assinatura de seus adtivos me reunião que teve início às 15h00. 

A mudança ocorreu em virtude da decisão do governo de autorizar o poder concedente a pagar o valor relativo aos ativos considerados não depreciados existentes em 31 de maio de 2000, registrados pela concessionária e reconhecidos pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica).

 

Contato