Em telebras

Telebras divulga esclarecimento ao mercado após ação subir 300% em 3 dias

Em comunicado veiculado nesta sexta-feira na CVM, mas datado da última segunda-feira, a companhia comenta as oscilações atípicas dos papéis na Bovespa

Ações
(Shutterstock)

SÃO PAULO - A Telebras (TELB4) protagonizou um dos episódios mais curiosos dos últimos dias na Bovespa, após comportamento completamente atípico de suas ações, que chegaram a abrir um rali de mais de 300% em três dias e um subsequente recuo de 45%. A resposta oficial da companhia sobre tal comportamento veio em comunicado veiculado nesta sexta-feira, no site da CVM (Comissão de Valores Mobiliários), mas datado da última segunda-feira (24), com a assinatura do diretor de relações com investidores, Paulo Ferreira.

No texto, a Telebras informou desconhecer as razões para tal movimento verificado, exceto o que havia comunicado por meio de Fato Relevante quatro dias antes. Naquela ocasião, a empresa havia informado o mercado que um decreto presidencial autorizava um aumento de capital social, com emissão de novas ações, mediante créditos da União, no montante de R$ 846.726.567,36 além do saldo residual de capitalizações anteriores no montante de R$ 7.757.282,07 mais juros.

Por natureza, o comunicado seria uma "má notícia" para os acionistas, dado que um aumento de capital normalmente provoca diluição dos minoritários. Mas aí que mora o "ponto-chave" do movimento: para os fundos não serem diluídos, eles precisariam subscrever essas novas ações, mas como ela tem baixa liquidez é possível "forçar" o preço da ação e foi isso que eles provavelmente fizeram. 

Nos três pregões entre 20 e 24 de outubro, os papéis TELB4 saltaram de R$ 13,01 para R$ 53,01, o que corresponde a uma alta de 305%. Nas três sessões seguintes, a ação acumulou queda de 45% e foi a R$ 29 -- patamar ainda 122% acima dos níveis pré-divulgação do comunicado ao mercado.

Nesta sexta-feira, as ações preferenciais da empresa operam em queda de 6,38%, cotadas a R$ 27,15, ao passo que os papéis ordinários recuavam 10%, cotados a R$ 36,00.

O vídeo abaixo explica um pouco mais a situação:

 

Contato