Coffee & Stocks

Natalie Victal, da Garde Asset, destaca a volta do cenário fiscal como principal risco ao cenário

Com fortes ruídos em Brasília, economia brasileira terá que encontrar um novo equilíbrio

No episódio da última sexta-feira (06), o Coffee and Stocks recebeu Natalie Victal, economista da Garde Asset, para uma conversa sobre a última decisão do Copom e perspectivas para a economia brasileira.

O tom de cautela e preocupação com o crescente risco fiscal são os principais destaques da conversa, em que Natalie destacou que a recente decisão de elevação da taxa Selic acompanhada de um tom mais hawkish pelo Banco Central não surpreendeu suas expectativas, dado a forte alta recente nos preços.

Foi na realidade o crescente risco fiscal que fez a economista elevar sua projeção de Selic para 7,5% (de 7,0%) para o final deste ano. Para a economista, discussões sobre um aumento no programa Bolsa Família, aliadas a questão recente dos precatórios e crescentes ruídos políticos, podem fazer com que a economia penda para um novo equilíbrio, com “mais política fiscal e maiores juros”.

Essa discussão ainda deve dar bastante pano pra manga, e devemos passar por algumas “ideias brilhantes” no meio do caminho. Por isso, o tema fiscal deve seguir ditando o tom da percepção de risco e preços de ativos no país, incluindo bolsa, renda fixa e câmbio – tudo isso em um cenário internacional “ok”, mas que não está mais tão positivo para o Brasil quanto há alguns meses atrás.

Confira os detalhes desse papo incrível no vídeo acima ou direto no canal do Stock Pickers (clique aqui)!