Stock Pickers

“Estou voltando a gostar de Petrobras”; a carteira da RPS neste momento

Paolo di Sora (CIO da gestora) alertou sobre o risco do mercado viver um “novo 2013” no ano que vem – e como ele está se protegendo disso

Por  Thiago Salomão

(CONDADO DA FARIA LIMA) – Com a demanda por commodities seguindo muito forte, produtoras de matéria-prima continuarão como as grandes vencedoras no curto e médio prazo. Porém, agora é hora de aumentar o sarrafo de qualidade das empresas investidas, já muita coisa subiu forte mesmo sem fundamento. Além disso, é hora de montar “hedges” caso o maior medo do mercado aconteça, que é uma retirada prematura dos estímulos do Banco Central.

Esse é o resumo do “Coffee & Stocks” desta quarta-feira (12) com Paolo di Sora, CIO e um dos fundadores da RPS Capital. O papo completo você confere no vídeo acima ou direto no canal do Stock Pickers no Youtube (aproveite para fazer sua inscrição no canal: todo dia das 8h às 8h30 temos uma live nova sobre mercados).

Melhores momentos do Coffee & Stocks:

Já acabou o “rali do lixão” (empresas que estão em dificuldade neste momento de crise, como aéreas e turismo). Estamos no meio do ciclo econômico: a Inflação já fez mínima e BCs já começam a falar de retirada de estímulos, e neste momento, é bom subir o sarrafo de qualidade.

Retiramos da carteira airlines, shopping, turismo e começamos a comprar cíclicos de qualidade: são líderes, marcas fortes, que podem parecer caras mas que não vão decepcionar nos resultados.

Neste momento do ciclo, é bom ter empresas cíclicas e baratas. Está difícil encontrar mas ainda tem, em especial as commodities. Pega o exemplo da Vale, que subiu mais de 100% mas o lucro subiu 300% no mesmo período, então ela teve um ‘de-rating’ no período.

Mundo está cada vez mais social democrata, classes C e D vão consumir bastante e isso puxa commodities. Os planos de Infraestrutura nos EUA e Europa vão ajudar com isso e o setor imobiliário aquecido também puxa pra cima. Já do lado da oferta, não tem mais: com o mundo ESG, ninguém quer fazer um investimento grande em nova produção de commodity.

A gente está voltando a gostar de Petrobras: como eu estou mais otimista com o cambio, com o real ficando mais apreciado, a pressão para aumentar preços vai diminuir. E ela é a empresa de petróleo mais barata: enquanto as petroleiras subiram 50% no mundo, ela está caindo 20% em dólares.

JBS: Está usando muito bem o caixa para fazer buyback (recompra).

O grande risco do mercado: os BCs terem que retirar os estímulos antes da hora. Como nunca tivemos uma expansão fiscal tão grande como agora, a expansão monetária vai ter que sair antes. Se o Fed começar a subir juros logo, vai ser muito ruim pros mercados, temos o risco de 2022 ser tão ruim como foi 2013 quando subiram juros. Qual hedge temos com isso? Ações de bancos americanas.

Eletrobras: ela deve ser privatizada, fizeram um plano de uma forma que vai beneficiar os estados do Norte e Nordeste.

Não sabe por que comprar nem por que vender uma ação? Assista ao Caçadores de Assimetrias, um treinamento exclusivo e gratuito do Stock Pickers.
Compartilhe