Carteira XP

Crise não acabou, mas Bolsa está cheia de oportunidades para stock pickers, diz Betina Roxo

Analista da XP explica três mudanças na carteira.

bolsa ações mercados alta up sobe índices
Foto: reprodução

No Coffee & Stocks de desta quarta-feira Thiago Salomão conversou com Betina Roxo, analista do setor de alimentos e bebidas da XP Investimentos.

Quem é fã do Stock Pickers sabe que a Betina Roxo já apareceu em alguns episódios do podcast e tem uma visão muito positiva em relação aos frigoríficos da bolsa. Durante a conversa, Betina destacou as principais mudanças da carteira da XP no mês e aproveitamos para perguntar a ela sobre o atual momentos de JBS, Marfrig e BRF na bolsa. Para quem tiver interesse, esse é o link do relatório completo da carteira XP.

Abaixo, os principais trechos da conversa. A entrevista completa, em vídeo, está abaixo.

O que esperar de junho?

PUBLICIDADE

Apesar de ter sido positivo, em maio vimos uma intensificação das três principais crises discutidas ao longo dos últimos meses desde o início da pandemia: de saúde, econômica e política. Em junho, o cenário nesses três tópicos deve continuar conturbado. Se, por um lado, as notícias devem começar a melhorar ao longo do mês, ao passo que as cidades já começam a flexibilizar a quarentena, por outro, existe o risco de uma segunda onda do vírus nos pegar em cheio.

O grande ponto é que no meio disso tudo algumas ações com bons fundamentos estão descontadas. Fizemos uma série de reuniões com investidores gringos e o sentimento no geral é negativo, mas é justamente por isso que a bolsa tem oportunidades para quem faz stock picking. Tendo em vista que as notícias podem melhorar, as ações domésticas podem se beneficiar de uma abertura gradual da economia.

Mudanças na Carteira XP

Para junho, fizemos 3 mudanças na nossa carteira que se beneficiam dessa melhora gradual no sentimento doméstico. Entraram: EZTec, Iguatemi e Lojas Americanas e saíram Marfrig, Pão de Açúcar e Omega.

Sobre Eztec, acreditamos que apesar dos impactos no curto prazo em razão da crise do coronavírus e da quarentena, vemos um potencial atrativo após a recente queda nos preços das ações. Já Iguatemi é uma combinação de uma empresa com portfólio de alta qualidade, com boa localização e alta produtividade. E, com relação a Lojas Americanas, vimos que eles tiveram uma integração forte com a B2W, fortalecendo a combinação do canal físico com o online.

Retiramos Marfrig da carteira por já termos exposição à JBS, nossa preferida. Em maio ela sofreu por ter apresentado margens de rentabilidade abaixo do que o mercado esperava nos resultados. Como ela teve que fechar muitos frigoríficos devido ao aumento de número de casos de pessoas contaminadas em suas plantas, vimos os custos aumentarem. Olhando para frente a visão não muda. Está negociando a 5 vezes EV/Ebitda e ainda pode se beneficiar de um aumento de margens impulsionados pelo aumento do preço das proteínas.

 

Ver essa foto no Instagram

PUBLICIDADE

 

Uma publicação compartilhada por Stock Pickers (@stockpickers_) em 3 de Jun, 2020 às 3:54 PDT

//www.instagram.com/embed.js