Stock Pickers

Coronavirus, Selic a 3% e value investor raiz: o carnaval Stock Pickers

Podcast

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

Antes do episódio, um lembrete: entre a gravação do episódio na quinta-feira de manhã e esta quarta-feira, o Ibovespa caiu 11 mil pontos por conta dos temores com o Coronavírus. Por isso, gravamos uma breve entrevista com Fernando Ferreira, novo estrategista-chefe e gestor da área de análise da XP Investimentos, para comentar sobre o tema.

Agora que o Carnaval passou, já podemos começar a falar de 2020?

Brincadeira, amigos. Aqui no Stock Pickers essa máxima não vale. Para nós o ano começou quando a Bolsa abriu, dia 2 de janeiro.

Mas o assunto é justamente esse na 42ª edição do Stock Pickers, gravada em Salvador, em pleno Carnaval (sabemos que quinta-feira não era oficialmente Carnaval, mas em Salvador sim, já era).

Daniel Reichstul, gestor e fundador da Indie Capital, e Guilherme Abbud, gestor e fundador da Persevera Asset Management, vieram falar sobre o que esperar da Bolsa e da economia do país em 2020, mas cada um de um ponto de vista diferente: Reichstul, como value investor raiz, e Abbud, como gestor macro.

A visão de ambos continua positiva em relação ao ambiente econômico e à Bolsa brasileira e o ambiente econômico no país. Abbud, por exemplo acredita que a Selic pode chegar a 3% ao ano. E isso não é puro otimismo. Para ele o Brasil vive hoje uma “recessão de balanços” e não cíclica, oseja, pessoas físicas e jurídicas (exceto as grandes empresas) estão com um nível de endividamento alto, desestimulando investimentos. No fim do dia, para ele, não temos hoje uma política monetária realmente estimulante para a economia real. 

E a Bolsa?

Com o olhar de um value investor “raiz”, Daniel,  de uma casa com apenas uma estratégia 100% focada na compra de ações, explicou como divide as empresas em quatro tipos, de acordo com a tese de investimento na qual ela se encaixa: empresas de crescimento acelerado, de mudança estrutural, de eventos e de investimento cíclico. Para saber quais ações se encaixam em cada tese de investimentos, e quais ações preferidas do gestor, é só ouvir o episódio.

O episódio foi gravado dentro da Itaipava Arena Fonte Nova, em Salvador, a convite do escritório BP, vinculado à XP Investimentos.

Apresentado por Thiago Salomão, analista da Rico Investimentos, e Renato Santiago, do InfoMoney, o Stock Pickers vai ao ar toda quinta-feira. Você pode seguir e escutar pelo SpotifySpreakerDeezer, iTunes e Google Podcasts.