Em santanderbr

À margem da crise: Santander deve ver lucro crescer 45% no 2° trimestre; veja prévia

Mais uma vez o lucro das grandes instituições devem chamar atenção, apesar do agravamento da crise econômica no Brasil e dos baixos níveis de confiança e investimento

Santander
(Heino Kalis/Reuters)

SÃO PAULO - Na manhã da próxima quinta-feira (28), o Santander (SANB11) divulgará seu resultado do segundo trimestre, dando início, juntamente com o Bradesco (BBDC3BBDC4), à temporada de balanços dos bancos. Mais uma vez o lucro das grandes instituições devem chamar atenção, apesar do agravamento da crise econômica no Brasil e dos baixos níveis de confiança e investimento.

No caso do Santander Brasil, projeções de analistas compiladas pela Bloomberg apontam para lucro de R$ 767 milhões entre os meses de abril a junho, contra R$ 528 milhões no mesmo registrado no mesmo período do ano passado, crescimento de 45,27%.

Para analistas do Brasil Plural, esse crescimento será auxiliado por uma inadimplência sob controle, com o banco aparecendo como um player "atrasado" entre seus pares nesse ciclo. Mas, apesar do crescimento robusto do lucro, analistas citam que a carteira de crédito do banco deve seguir desacelerando, enquanto as margens podem sofrer com a instituição seguindo o mesmo caminho que seus pares privados e migrando para carteiras de menor risco, ou seja, que possuem retornos menores.

Do lado positivo, o Brasil Plural destacou que, apesar de uma pequena deterioração, a qualidade dos ativos do banco está sob controle. Além disso, essa pequena deterioração deverá ser compensada por spreads maiores, comentaram analistas do BB Investimentos, Mário Bernardes Junior e Carlos Daltozo. Eles, no entanto, decidiram revisar para baixo a recomendação do banco antes do balanço, prevendo aumento de provisões no resultado e um ROE (Retorno sobre o Patrimônio Líquido) ainda pressionado. A recomendação passou de market perform (desempenho em linha com a média) para underperform (desempenho abaixo da média). 

Neste trimestre, o Santander deve mostrar um ganho extraordinário de R$ 4,8 bilhões (após impostos), relacionado a um julgamento positivo de uma disputa relacionada ao Confins. Deste total, no entanto, R$ 1,6 bilhão deve ser encaminhado para reforço com provisão de crédito, ressaltou o Deutsche Bank.

Quer receber a planilha com a prévia da Santander e com um glossário dos principais termos sobre resultados? Deixe seu email abaixo!


Confira o que analistas esperam para o Santander no 2° trimestre: 

Em R$ milhões 2T15E* 2T14 Variação 1T15 Variação
Receita Líquida 11,197 9,517 +17,65% 9,914 +12,94%
Lucro Líquido 767 528 +45,27% 684 +12,13%
*Média das projeções compiladas pela Bloomberg de 6 analistas

 

Contato