Em qgepparticipacoes

Rapidinhas da Bovespa: QGEP é única "compra" entre petroleiras brasileiras, diz BTG; mas ação cai

Apesar de reiterar o call para o papel, banco ressaltou que segue com visão cautelosa para o setor; ADRs da Petrobras tiveram preço-alvo cortado

Exploração de petróleo
(Andrew Burton)

16h09: As ações da Queiroz Galvão (QGEP3) caem 5,12% nesta sessão, a R$ 4,45, perto da mínima do dia (-5,76%, a R$ 4,42), apesar de relatório do BTG Pactual desta terça-feira, que manteve como única recomendação de compra entre as petroleiras brasileiras a ação da companhia.

Analistas justificam a "compra" em Queiroz Galvão por conta de Manati. Eles ressaltaram, no entanto, que seguem com visão cautelosa para o setor, diante do que parece ser uma "tempestade perfeita": combinação de queda das commodities e altos níveis de alavancagem das companhias.

Como as empresas estão muito correlacionadas ao preço do petróleo, os analistas começam a questionar o valor do ativo de empresas como, por exemplo, Petrobras (PETR3; PETR4). No caso da estatal, o banco cortou o preço-alvo dos ADRs (American Depositary Receipts) de US$ 5,00 para US$ 3,00. A recomendação seguiu como neutra.

No relatório, banco cita que a companhia perdeu oportunidade para se movimentar e vender ativos quando o petróleo estava em um patamar mais alto, assim como algumas de suas subsidiárias. Pressões internas, externas e políticas têm atrapalhado a agenda por aqui, comentaram.

Para conferir os principais destaques de ações da Bovespa nesta sessão, clique aqui

Baixe agora a Carteira InfoMoney 2016! Basta deixar o seu email abaixo:

 

Contato