Em portobello

Portobello e empresa de cerâmicas Eliane estudam possível associação

Faturamento líquido conjunto das companhias é estimado em R$ 1,1 bilhão em 2011, com produção de 60 milhões de metros quadrados

SÃO PAULO - A Portobello (PTBL3) informou na última sexta-feira (23) que celebrou com a empresa de revestimentos cerâmicos Eliane um memorando de entendimentos para associação entre as companhias para integração de suas operações.

O faturamento líquido combinado das duas companhias é estimado em R$ 1,1 bilhão em 2011, com produção de 60 milhões de metros quadrados.

"A associação, se implementada, permitirá o aproveitamento das complementaridades e sinergias existentes entre as operações da Portobello e da Eliane, resultando na empresa líder do setor de revestimentos cerâmicos no Brasil e uma das maiores produtoras mundiais", afirmou o documento, datado desta sexta-feira.

Segundo comunicado enviado à CVM (Comissão de Valores Mobiliários), será adotada uma nova denominação social para Portobello, a qual deverá ser a sociedade resultante da associação, "permanecendo como companhia aberta e mantendo sua listagem no segmento do Novo Mercado da BM&FBovespa".

Detalhes da associação
Considerando as dívidas e outros ajustes das companhias, as participações acionárias no valor da companhia resultante da associação serão de 80% para a Portobello e 20% para Eliane. A composição acionária será ajustada "após diligências, previstas a durar até 31 de março de 2012", informou o comunicado.

As companhias obedecerão um regime de exclusividade, a fim de estruturar e negociar a associação, que deverá perdurar pela vigência do memorando, mais 30 dias após seu término ou rescisão.

O documento destaca que a união das empresas será submetida à aprovação do Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica).

 

Contato