Política

Veja: Lula negou “tiro no pé”, mas critica Dilma em reunião com empresários

Em reunião promovido pelo Bank of Merrill Lynch, ex-presidente teria afirmado que Dilma não pode ser chefe da Casa Civil e criticou falta de comunicação com empresários

SÃO PAULO – Após negar que tenha dito que a presidente Dilma Rousseff deu um “tiro no pé” com a sua declaração sobre a refinaria de Pasadena, novas notícias apontam para críticas de Lula em relação à sua sucessora.

Segundo informações da coluna de Lauro Jardim, da Veja, na manhã desta segunda-feira (24), impressionou aos empresários presente ao almoço com Lula, promovido pelo Bank of America Merrill Lynch na última quarta-feira a falta de cerimônia com a qual o ex-presidente teria criticado o estilo Dilma de governar. 

De acordo com a coluna Radar, Lula teria afirmado que Dilma não pode ser chefe da Casa Civil e, sim, presidente da República, tendo que “delegar mais e ser menos general”. Além disso, o ex-presidente teria criticado a distância que Dilma tem com os empresários, afirmando que ela tem que fazer mais discussões nos próximos meses, antes que seja tarde demais. 

PUBLICIDADE

Lula também “censurou” a comunicação do governo com a sociedade e citou claramente Guido Mantega, mas fez questão de ser compreensivo com Nicolás Maduro, presidente da Venezuela que sobre uma crise política no país.