Vale e Petro renovam acordo para exploração de potássio em Sergipe

Renovação de 30 anos de concessão abre espaço para projeto de maior planta de extração de potássio no Brasil

SÃO PAULO – A Vale (VALE3, VALE5) e a Petrobras (PETR3, PETR4) assinam, nesta segunda-feira (23), a renovação, por mais 30 anos, do contrato de arrendamento de ativos e direitos minerários de potássio no estado de Sergipe, cuja concessão é de propriedade da petrolífera estatal.

Desta forma, a Vale poderá dar continuidade à operação da mina de Taquari-Vassouras e ao desenvolvimento do Projeto Carnalita, que deve ser aprovado pelo Conselho de Administração da empresa ainda neste ano.

Maior planta para extração de potássio do Brasil
Quando entrar em operação, esta será a maior planta de extração de potássio nacional, “contribuindo para os esforços da Vale em aumentar a produção de insumos para o mercado agrícola brasileiro e reduzindo a dependência da importação de fertilizantes pelo país”, aponta a Vale.

PUBLICIDADE

Os presidentes das duas companhias, Murilo Ferreira (Vale) e Marias das Graças Silva Foster (Petrobras), firmarão o acordo na presença da presidente do Brasil, Dilma Rousseff e do governador de Sergipe, Marcelo Deda.